Conheça 5 pizzas americanas para experimentar na sua próxima viagem

Símbolo da gastronomia italiana, a pizza atravessou fronteiras e definitivamente conquistou seu espaço nos mais diversos cantos do mundo.

Isso é tão verdade que hoje, no Brasil, existe até Dia da Pizza: no dia 10 de julho, todo mundo tem a desculpa perfeita para pedir a sua.

E assim como no Brasil a receita mediterrânea foi adaptada (conhece algum outro lugar em que se coma pizza de strogonoff ou de cachorro quente?), nos Estados Unidos, a brincadeira também foi levada a sério.

Na Warren, acreditamos que a melhor forma de investir é por objetivos, ou seja, cada sonho que você tem merece uma carteira específica para que ele se torne realidade.

E quem não sonha em viajar? Por isso, reunimos as pizzas americanas mais clássicas para você conhecer e colocar na lista de to-dos quando a tão sonhada hora chegar.

Vamos lá?

LEIA TAMBÉM | Investindo para viajar? Confira 7 filmes e séries para assistir enquanto seu dinheiro rende

Colorado Mountain Pie: muito queijo e uma borda de respeito

Mais borda, mais queijo e mais recheio.

Também conhecida como Colorado-style, essa pizza chama a atenção pelo tamanho.

Reza a lenda que ela foi inventada pela Beau Jo’s Pizzeria, que fica na cidade de Idaho Springs, no estado do Colorado.

A apresentação da pizza fez sucesso entre os moradores da cidade e o negócio se expandiu para outras regiões do estado.

Uma tradicional pizza de pepperoni da Beau Jo’s Pizzeria

Foi então que praticantes de ski descobriram um dos restaurantes próximos às Montanhas Rochosas, e a fama da Colorado Mountain Pie se espalhou.

Seu maior diferencial é a borda, que é grande e trançada para dar mais estabilidade na hora de comer os enormes pedaços com as mãos.

Na massa, o mel substitui o açúcar — inclusive, depois da refeição, a borda é consumida como sobremesa, acompanhada por algum molho doce.

Tradicionalmente, a Colorado Mountain Pie é vendida inteira ou por fatia, e os restaurantes locais oferecem um buffet de salada como acompanhamento. 

Na maioria dos estabelecimentos, os clientes também podem escolher os ingredientes que querem para a sua pizza.

descomplicou abrir conta

Deep-dish Pizza, sangue italiano com a cara de Chicago

Mais ao leste, na ventosa Chicago, a pizza que mais parece uma grande quiche é um ícone da gastronomia da cidade.

A origem da deep-dish pizza remonta aos imigrantes napolitanos que chegaram aos Estados Unidos no fim do século XIX em busca de trabalho.

Por volta dos anos 1940, os empreendedores Ike Sewell e Ric Riccardo decidiram criar uma versão diferente, ítalo-americana, que apesar de ter sido inspirada em suas origens, acabou ficando bem distante da tradicional pizza napolitana.

Servida em um prato mais fundo, com a borda mais crocante e camadas invertidas de queijo, tomate e carne (e às vezes alguns vegetais), a deep-dish pizza passou de uma tradição de imigrantes para um clássico nascido e criado em Chicago.

Detroit-style Pizza: a história de uma cidade em forma de pizza

Descendente da pizza quadrada siciliana, a Detroit-style pizza foi criada em meados de 1950 na cidade de Detroit, no estado de Michigan.

O formato quadrado, a massa crocante e o queijo que transborda das fatias são suas marcas registradas.

A invenção da Detroit-style pizza é atribuída a Gus Guerra, à época dono de um restaurante local chamado Buddy’s Rendezvous, hoje também um ponto turístico de Detroit.

Ele precisava de um novo item para o seu cardápio e, com a ajuda de sua esposa, Anna, acabou criando um verdadeiro hit.

A história da pizza está profundamente ligada com a história da própria cidade.

No site do Buddy’s Rendezvous, é possível ler a seguinte frase: “O que faz de uma pizza uma Detroit-style? As mesmas coisas que fizeram Detroit: um pouco de ingenuidade, um espírito teimoso e muito coração”.

O principal ingrediente para fazer uma boa Detroit-style não é algo que se come, mas sim, a panela. Feita de um aço denso, é ela a responsável pela forma quadrada, pela crocância e pelo queijo caramelizado nos cantinhos da pizza.

SAIBA MAIS | Fundo Warren Ações USA: o fundo da Warren para investir em ações americanas

New York-style Pizza, o xodó da Big Apple

É quase impossível pensar em Nova Iorque e não visualizar as deliciosas e fininhas fatias de pizza vendidas por lá.

A New York-style pizza também foi inspirada nas receitas vindas de Nápoles, mas é maior e menos crocante. É por isso que os nova-iorquinos costumam dobrar a pizza e comem os pedaços com as mãos.

Pepperoni slice, a mais pedida. Foto: Alex Lau

Aliás, essa cultura de comer com as mãos é tão forte que comer com talheres é praticamente uma gafe. Em 2014, o então prefeito de Nova Iorque, Bill de Blasio, foi parar no jornal The New York Times após ser flagrado usando garfo e faca para comer uma pizza.

A história da New York-style pizza começa bem no início do século XX, com a abertura da primeira pizzaria dos Estados Unidos, a Lombardi’s, no bairro Little Italy, em Nova Iorque.

Inicialmente, seu dono, Gennaro Lombardi, vendia a pizza napolitana clássica. Mas, ao longo dos anos, ela foi mudando, até chegar na New York-style pizza que conhecemos hoje.

A base clássica leva molho de tomate e queijo mozzarela, mas diversos outros ingredientes podem ser adicionados (a pizza de pepperoni é unanimidade entre os locais).

St. Louis-style Pizza: fininha, crocante e, de preferência, com bacon

Por último, mas não menos importante, a famosa St. Louis-style pizza.

Nascida no meio-oeste americano, no estado do Missouri, ela tem a massa fina, a borda crocante como um biscoito e ingredientes extras que vão de uma ponta à outra.

Mas a chave para uma autêntica St. Louis-style pizza é o queijo provel, uma mistura dos queijos cheddar, suiço e provolone que resulta em um queijo super cremoso.

Alguns dizem que o provel foi criado na própria St. Louis, mas há controvérsias. De qualquer forma, ele agora já é parte indissociável da cultura gastronômica da cidade.

Diferentemente da maioria das pizzas, a St. Louis-style vem cortada em pequenos pedaços quadrados — e os “experts” dizem que a melhor maneira de começar é comendo os pedaços em forma de triângulo dos 4 cantos da pizza. O sabor mais popular entre seus apreciadores é o bacon.

Deu fome? Crie uma carteira!

Se esse artigo deu fome em você, que tal já começar a planejar sua viagem para os EUA?

Na Warren, você pode investir por objetivos, criando uma carteira específica para cada um.

Com base no seu perfil, na quantia que você tem disponível para investir e no prazo do seu objetivo, nossa tecnologia seleciona os melhores produtos para transformar o seu sonho em realidade.

Depois, basta manter a disciplina de investir regularmente e ver o seu dinheiro render. Assim, sobra mais tempo para seguir planejando o seu roteiro de viagem.

Abra sua conta e comece hoje mesmo.

Quer continuar a leitura? Não deixe de conferir estes artigos:

Banner | Reserva de emergência