Apaixonada pela evolução das pessoas: conheça Dani Audino, Head de Portabilidade na Warren

Conheça os profissionais que trabalham incansavelmente para transformar o mercado de investimentos no Brasil.

Você conhece a série “Billions”? A recomendação deste texto é que, se você quiser entender o papel da Daniela Audino na Warren, precisa conhecer a personagem Wendy, interpretada pela atriz Maggie Siff. 

Wendy é uma psiquiatra que ajuda os colaboradores da gestora de investimentos em que trabalha a se desenvolverem melhor como profissionais.

A Dani, como é conhecida por toda a Warren, não é da área da saúde, mas trabalha com pessoas também. E uma coisa que ela nos contou foi: “eu amo ver as pessoas evoluindo”.

Formada em Administração, a busca de Dani por um trabalho no mercado financeiro partiu de uma vontade de trabalhar com gente. Para ela, na época, esse tipo de envolvimento parecia se aplicar apenas à área de saúde, até que entendeu que todas as empresas precisam de alguém que cuide do seu público, interno ou externo.

Sua chegada à Warren foi logo depois de ganhar o primeiro filho, em 2019. Antes disso, já tinha trabalhado por 5 anos em um banco e mais 7 em uma outra corretora de investimentos. Em todos esses lugares, sua posição era de muito relacionamento. 

Gaúcha que mora em São Paulo, a missão de Dani na Warren enquanto Head de Portabilidade é, basicamente, resolver problemas de diferentes pessoas.

Daniela Audino

Ela conta radiante para a gente o seguinte: “é minha missão de vida mais espiritual, usar a liderança nesse papel mágico de lapidar uma pessoa incrível numa versão ainda mais incrível dela mesma”. 

A paixão por liderar e gerenciar vem muito da sua personalidade protetora: Dani sempre foi a amiga mais responsável do grupo, a mais lúcida, a que propunha soluções para problemas na adolescência.

Hoje, como mãe, ela comenta que aplica muitas dinâmicas com os pequenos para ensinar o valor do trabalho, do dinheiro, da atenção. 

Mesmo assim, a maternidade também dá espaço para desopilar: “com meus dois filhos, eu saio do eixo da responsabilidade. Eles trazem esse meu lado brincalhão pra fora”.

Daniela Audino

E qual seria o conselho que a Dani de hoje daria para a Dani que estava começando sua carreira profissional?

Ela responde: “a gente recebe o que a gente acha que merece. Por isso, ao longo da jornada, é muito importante ver o seu real valor. Temos que nos dar crédito por quem somos e o que conquistamos, respeitar nossos resultados. Mandar pra lá a Síndrome de Impostor.”

Brincando sobre isso, Dani afirma que, assim como se inspira em mentores, ela está cada vez mais sentindo que pode ser também uma inspiração para outras pessoas, e esse é o lugar que ela mais quer ocupar. Na Warren, ela com certeza já nos inspira demais.

Gostou? Pessoas da Warren é uma seção em nosso blog em que contamos a história de quem está por trás da transformação dos investimentos no Brasil.

Recomendamos a leitura de outros perfis desta série:

Banner reserva 2