Como declarar seus investimentos na Warren no Imposto de Renda 2021

Estar preparado para declarar o Imposto de Renda em 2021 é um passo fundamental na vida de uma pessoa organizada financeiramente. 

O Imposto de Renda em 2021, relativo a 2020, deverá ser declarado entre 1° de março e 30 de abril de 2021. A declaração acontece por meio do programa IRPF, distribuído pela Receita Federal.

Outro aspecto importante sobre o Imposto de Renda é a restituição – aquele valor que o governo devolve quando percebe que a pessoa pagou mais impostos do que precisava no ano declarado. O calendário de restituições em 2021 ainda não foi divulgado.

Neste artigo, nossa ideia é ajudar os clientes da Warren a declararem os produtos e rendimentos que possuem em nossa plataforma. Vamos lá?

Preciso declarar o Imposto de Renda em 2021?

Antes de entrarmos nos detalhes dos produtos da Warren e como eles devem ser declarados, vamos esclarecer os critérios para a declaração do Imposto de Renda em 2021.

Precisam declarar o IR em 2021 as pessoas que se encaixam em pelo menos um dos seguintes critérios:

  • Rendimentos tributáveis (como salário, ganho de aluguel, rendimentos de pensão) em que o total em 2020 tenha ficado acima R$ 28,559,70
  • Recebimento em 2020 de rendimentos isentos (como poupança ou indenização) que tenham somado um montante superior a R$ 40 mil
  • Receita bruta em atividade rural acima de R$ 142.798,50 em 2020
  • Ganhos na alienação de bens ou direitos submetidos à incidência de IR
  • Movimentações em bolsa de valores
  • Posse ou propriedade de bens com montante total acima de R$ 300 mil
  • Pessoas que passaram a residir no Brasil em qualquer mês de 2020 e assim permaneceram até 31 de dezembro
Banner | Campanha onde investir em 2021

Encontrando seu Informe de Rendimentos no app da Warren

O Informe de Rendimentos da Warren sempre é enviado por e-mail antes do período de declaração do Imposto de Renda acontecer. 

De qualquer forma, você pode encontrar este documento no app, fazendo o seguinte caminho: no Menu, clique em Meus Investimentos. Em seguida, em Informe de Rendimentos. 

Um documento aparecerá, e você pode salvá-lo em formato de PDF.

Declarando os produtos em suas Carteiras

As Carteiras na Warren contam com produtos como fundos de investimentos e títulos públicos do Tesouro.

Para declarar fundos de investimentos, acesse a aba Bens e Direitos no menu principal.

Utilize o item “72 – Fundo de Longo Prazo e Fundo de Investimento em Direitos Creditórios (FIDC)” para produtos que são fundos de renda fixa, e o item “74 – Fundo de Ações, Fundos Mútuos de Privatização, Fundos de Investimento em Empresas Emergentes” para aqueles que são fundos de ação.

Preencha as informações de cada um dos seus produtos em Carteiras de forma separada. 

No campo “discriminação”, o ideal é descrever o máximo de detalhes do tipo de investimento que você tem: o agente de custódia, CNPJ da Warren, vencimento, conta, taxa de rendimento, etc. Já os valores deverão ser os mesmos que aqueles fornecidos no Informe de Rendimentos da Warren.

No campo abaixo, que pede a situação em 31/12/2020, deixe zerado caso você tenha feito o resgate total do investimento em 2020. Se resgatou apenas uma parte, preencha o valor que corresponde ao que ainda havia no fundo na data especificada.

Mesmo que você tenha resgatado completamente o valor de um produto, ainda é preciso informar os rendimentos recebidos. Esse item pede que você diga o lucro que teve em cada um dos investimentos resgatados.

Para isso, clique na aba “Rendimentos Sujeitos à Tributação Exclusiva ou Definitiva”. Selecione a linha “06 – Rendimentos de aplicações financeiras”.

Aí é só informar o valor dos rendimentos, a descrição, o CNPJ e nome da fonte pagadora. Tudo isso consta no Informe de Rendimentos também.

Para declarar títulos do Tesouro, utilize o código “45 – Aplicação de renda fixa”, declarando o saldo total em Tesouro Direto. Os rendimentos são declarados na aba “Rendimentos Sujeitos à Tributação Exclusiva ou Definitiva”, no item “06 – Rendimentos sobre aplicações financeiras”.

Declarando o saldo e o rendimento da sua Conta Warren

O saldo na sua Conta Warren em 31/12/2020 deve ser declarado pelo item “45 – Aplicações de renda fixa”. Os rendimentos provenientes da Conta em 2020 são declarados pelo item “06 – Rendimentos de aplicações financeiras”.

Declarando os títulos da sua aba Trade

Pela aba Trade, clientes da Warren podem comprar e vender títulos negociados na Bolsa. Ações, BDRs, ETFs e FIIs são declarados da mesma forma, independentemente da corretora. 

Ou seja, as dicas aqui também servem caso você tenha algum desses títulos em outra empresa.

Para declarar ações, utilize o item “31 – Ações” no menu Bens e Direitos.

Para declarar BDRs, escolha o item “49 – Outras aplicações e investimentos”.

Para declarar FIIs, escolha o item “73 – Fundo de Investimento Imobiliário”.

Para declarar ETFs, escolha o item “74 – Fundo de Ações, Fundos Mútuos de Privatização, Fundos de Investimento em Empresas Emergentes”.

 Especifique a quantidade de títulos e tenha em mãos também o CNPJ da empresa por trás de cada título. Não é obrigatório especificar a corretora pela qual você adquiriu os produtos.

Em situação em 31/12/2019, mantenha o campo zerado caso o produto tenha sido comprado em 2020. Se você já possuía o produto antes de 2020, preencha o valor declarado no Imposto de Renda anterior.

Em situação em 31/12/2020, preencha com o valor de compra de todas as cotas especificadas. 

Importante: ao informar os valores, faça o cálculo a partir do custo de aquisição, incluindo o preço pago na compra somado de qualquer taxa cobrada (corretagem, custódia e emolumentos). Não atualize o valor das cotas a partir do preço de mercado.

Dividendos e lucros com vendas de títulos devem ser declarados como Rendimentos Isentos e Não Tributáveis, selecionando a opção “09 – Lucros e dividendos recebidos pelo titular e pelos dependentes”. 

Declarando planos de Previdência Privada

Para declarar produtos relativos à previdência privada, informe o valor das contribuições na aba “Pagamentos Efetuados”. Para planos PGBL, escolha o código “36 – Previdência Complementar”. 

Para planos VGBL, você deve declará-lo como aplicação financeira, utilizando o código “97 – Vida Gerador de Benefício Livre”. 

Lembrando que, com o PGBL, é possível abater 12% da sua renda bruta no ano na declaração de Imposto de Renda em modo completo. Nesta modalidade, o IR é pago somente na ocasião do resgate do plano.

Para que você entenda ainda melhor como declarar cada produto de investimento oferecido hoje no Brasil, a Warren publicará no blog uma série de posts sobre o Imposto de Renda 2021.

Além disso, conte com nosso atendimento pelo meajuda@warren.com.br para qualquer dúvida que surgir a respeito da sua declaração!

Banner reserva 2