Warren lança índices para descomplicar a análise de fundos imobiliários

Sempre atenta às tendências e aos movimentos do mercado, a Warren lançou seus próprios índices para acompanhar o mercado de fundos imobiliários

O objetivo é descomplicar o entendimento sobre o tema entre os investidores e permitir que os investidores tenham parâmetros mais eficientes para fazer a comparação da rentabilidade dos produtos. 

“Ao todo, são 342 fundos imobiliários listados na Bolsa. Poucas pessoas entendem a diferença entre eles. Queremos simplificar o entendimento sobre os FIIs para acompanhar o mercado de forma recorrente”, explica Gustavo Kosnitzer, head da área de Mercado de Capitais da Warren. 

Atualmente, o índice utilizado para indicar o desempenho médio das cotações dos fundos imobiliários é o IFIX. Ele representa uma carteira teórica dos fundos imobiliários mais negociados e de maior liquidez da bolsa. 

A mudança nos hábitos de investimento dos brasileiros, provocada pela diminuição da taxa de juros, refletiu diretamente na Bolsa de Valores. Em 2020, houve um aumento em 92% de CPFs registrados, segundo dados da Bolsa de Valores brasileira, a B3. 

Parte deles estão em fundos imobiliários, contabilizando o total de 1,382 milhão de investidores com posição em custódia, em maio de 2021. 

Em relação a dezembro de 2019, a B3 identificou um crescimento de 215% de novos investidores. 

Logo, trata-se de um mercado em constante evolução, que deve crescer ainda mais como alternativa à renda fixa. 

Quais são os índices de FIIs criados pela Warren?

Quais são os índices de FIIs criados pela Warren, ilustração

A proposta é subdividir o IFIX em quatro índices, composto por produtos que correspondem a 75% do mercado de FIIs: 

  • Índice Warren de Lajes Corporativas
  • Índice Warren de Shopping
  • Índice Warren de Condomínio Logístico
  • Índice Warren de Papel (CRIs). 

“Criamos a nossa própria metodologia para simplificar o investimento em fundos imobiliários. Afinal, a proposta da Warren é descomplicar o mercado financeiro como um todo. Nós estamos apenas desmembrando esse conceito para o mercado de FIIs”, conta Kosnitzer. 

Os índices, assim como suas análises, visões proprietárias do time da Warren e o corpo técnico de FIIs começará a ser disponibilizado para os clientes e o mercado nas próximas semanas.

Banner planilha 1

Warren tem gestão consolidada em fundos imobiliários

O desenvolvimento de um índice próprio de fundos imobiliários reflete o amadurecimento da área de mercado de capitais da Warren, que nasceu em agosto de 2020, com a vinda do executivo Gustavo Kosnitzer, ex-Rossi Residencial e Grupo Cassol

Kosnitzer possui 25 anos de experiência em real estate

A meta para 2021 é captar R$ 300 milhões até dezembro e, no próximo ano, chegar à marca de 1 bilhão.

Gostou da leitura? Confira outros artigos que recomendamos para você:

abra sua conta trade warren