A luta por medalhas e a luta por independência financeira: 3 similaridades que você precisa conhecer

Entre os dias 23 de julho e 8 de agosto, acontecerá a Olimpíada de Tóquio 2020

O evento tem algumas peculiaridades: foi a primeira edição a ser adiada e será também a primeira sem público presente nos locais de competição. 

Tudo isso em decorrência da pandemia do Coronavírus.

O Brasil vai participar com a maior delegação da história. Serão 301 atletas de 35 modalidades diferentes, todos com o sonho de trazer no peito uma medalha de ouro. 

E a competição vai ser muito dura: mais de 11 mil esportistas de 205 países estarão lá, batalhando pelo mesmo objetivo.

A luta pelo ouro olímpico

Cada um que chega a Tóquio carrega uma história de superação e já é um vencedor, pois precisou lutar muito para conseguir uma classificação. 

Nenhum competidor chega aos Jogos Olímpicos sem ter treinado muito, sem ter renunciado a horas de lazer, de convívio com a família e amigos, em função do objetivo de estar entre os melhores do mundo e disputar um lugar no pódio. 

E mesmo com todo o esforço do mundo, não há garantia de medalha. 

Sempre existem os riscos que podem derrubar o mais bem treinado atleta. Daiane Garcia dos Santos é um exemplo de como é difícil obter um ouro olímpico. 

A ginasta teve uma das mais bem-sucedidas carreiras esportivas do Brasil. 

Ela criou dois movimentos da ginástica para os quais empresta seu nome: o duplo twist carpado, ou Dos Santos I, e a evolução desse primeiro, o duplo twist esticado, ou Dos Santos II.

Daiane dos Santos em ação em Pequim, 2008

Mesmo tendo inúmeras medalhas de ouro em campeonatos mundiais, ela nunca conseguiu alcançar o mesmo feito em uma Olimpíada.

Para cada atleta que busca o primeiro lugar, existem inúmeros outros com o mesmo objetivo, portanto, é preciso superar outras pessoas que também têm longas histórias de trabalho e dedicação. 

Mas, na verdade, todo esportista precisa vencer duas grandes batalhas para chegar à vitória. 

Uma é contra os outros competidores, é a batalha que os espectadores veem. 

Porém, a mais difícil é aquela que o atleta precisa travar consigo mesmo, com suas hesitações, com seus pequenos desequilíbrios, suas angústias, suas dores e sua vontade de desistir do enorme desafio do esporte profissional.

LEIA TAMBÉM | 6 momentos inspiradores na história dos Jogos Olímpicos

abrir conta warren carteiras

As similaridades entre a luta pela medalha e a luta pela independência financeira

Quando reflito sobre essas questões, não posso deixar de correlacionar a competição olímpica e a grande luta pela independência e pelo equilíbrio financeiro.

O simbolismo do ouro

A primeira similaridade é o simbolismo do ouro

Assim como as moedas atualmente não são feitas ou lastreadas no nobre metal, as medalhas olímpicas também não. 

Aliás, na Antiguidade, o vencedor recebia apenas uma coroa de louros. 

Na primeira Olimpíada da Idade Moderna, realizada em Atenas em 1896, os vencedores ganharam uma medalha de prata. 

A primeira banhada em ouro só foi entregue na edição de Paris, em 1900. A de ouro maciço surgiu em 1904, em Saint Louis no EUA, costume mantido nas Olimpíadas de Londres, em 1908, e Estocolmo, em 1912. 

jogos olimpicos 1896, foto
Os primeiros Jogos Olímpicos da Era Moderna, em Atenas, 1896

Depois disso, elas voltaram a ser apenas banhadas no metal dourado.

Uma curiosidade sobre as medalhas que serão oferecidas em Tóquio é que elas são totalmente confeccionadas com metais reciclados de produtos eletrônicos. 

As de ouro terão 550 gramas de prata e 6 gramas de ouro por cima, as de prata são produzidas 550 gramas do próprio material e as de bronze possuem 450 gramas de bronze vermelho.

LEIA TAMBÉM | Commodities: o que são, por que o Brasil é um expoente e como investir nelas 

A dedicação em busca da vitória

Outra forte similaridade é a dedicação necessária para vencer, seja na luta pela vitória olímpica ou na luta pela independência financeira

As duas representam longos anos de esforço, de sacrifícios, de renúncias; em cada uma delas é preciso renunciar àquilo que é mais desejável no presente em função de uma meta futura. 

Ninguém chega aos Jogos Olímpicos sem superar os próprios instintos, sem vencer a batalha entre aquilo que é fácil fazer hoje em favor daquilo que é preciso fazer para alcançar o objetivo futuro.

aurelio miguel ouro pra o brasil, foto
Aurélio Miguel foi o primeiro judoca a conquistar o ouro para o Brasil, em Seul, 1988.

Tanto na corrida olímpica quanto na corrida financeira, existem os riscos e a disputa com os oponentes. 

Um esportista precisa treinar muito, sem treino não existe atleta; alguém na busca da independência financeira precisa aprender a gastar menos do que ganha, sem poupança não existe investidor.

LEIA TAMBÉM | Estes são 4 hábitos da cultura japonesa. E é assim que eles farão você investir melhor

As tentações no caminho até o topo

Existe ainda outra grande similaridade entre os investimentos e a batalha olímpica: as tentações são grandes para ambos os lutadores

As pirâmides financeiras e os investimentos não regulamentados com promessas de rendimentos excepcionais são como o doping no mundo dos esportes. 

Aparentam ser o caminho mais fácil, mas os resultados costumam ser desastrosos.

lance armstrong e o doping, foto
Lance Armstrong venceu sete vezes seguidas o Tour de France e conquistou um bronze em Sidney. Todas as conquistas foram caçadas após a comprovação do doping. Foto: Reuters.

Felizmente, no mundo dos investimentos, o pódio é bastante grande e muitos podem vencer. 

Todos aqueles que focarem nos investimentos de longo prazo podem ter sua medalha de ouro. 

Mas pensando bem, todos podem alcançar a vitória também nos esportes. 

Cada um que supera a inércia e coloca seu corpo em movimento vai colher mais saúde e disposição para a vida, mesmo que seu esporte seja alguns minutos de caminhada durante a semana, não necessariamente uma competição.

Desejo que você se divirta muito, torça pelos nossos atletas olímpicos e pense na longa batalha que cada um travou até chegar ao Japão. 

Espero que isso te inspire a ter disciplina e dedicação para conseguir seu ouro, ou seja, tranquilidade financeira no presente e uma doce e rica terceira e quarta idade. 

Se não for pedir muito, espero também que nossos atletas tragam muitas medalhas para alegrar o povo brasileiro.

Se você gostou deste artigo, talvez também se interesse por:

abrir conta warren