Mudar a estratégia de investimentos por causa do coronavírus?

O investidor precisa mudar a estratégia de investimentos? A última semana tem sido de alta volatilidade nos mercados pelo mundo. O surto do Covid-19, o novo coronavírus, chegou em números altos de contaminados na Europa e adentrou nas américas, confirmando casos nos Estados Unidos, Canadá e em países da América Latina, também, como o Brasil.

Nós já falamos por aqui sobre a relação dos surtos virais com as curvas das bolsas de valores pelo mundo. E é muito importante pontuar que os mercados são impactados por fatores dos mais diversos tipos e grandezas e, por isso, uma pandemia global não seria diferente.

Por que as bolsas caem?

“Em situações que causam medo e incertezas econômicas, como o coronavírus se espalhando pelo mundo, o mercado tende a reduzir a exposição a cenários de maior risco e isto leva com que mais investidores vendam suas posições meramente pela desvalorização momentânea”, explicou nosso especialista em Investimentos, Bruno Panerai.

O que o investidor deve fazer nestes momentos?

O que o investidor deve fazer? ilustração.

Em primeiro lugar, é importante pontuar que o investidor de ações é aquele que precisa entender que seus investimentos não são pensados para serem usufruídos no curto prazo. O investidor de renda variável deve vislumbrar, sempre, objetivos no longo prazo.

E nós sabemos que não é legal ver o patrimônio investido em ações diminuir em momentos de queda das bolsas. A questão é que, se o investidor não resgatar os seus investimentos, ele não realiza perda nenhuma do seu capital financeiro. Com a baixa das bolsas, o que está reduzindo é apenas o preço das ações ali listadas naquele momento, não a participação nas empresas de quem comprou aquelas ações.

Ou seja, quando a época de crise passar e o valor das ações voltar a subir, o investidor não terá perdido dinheiro. E vamos além: se a estratégia inicial for mantida, o mais provável é que ele tenha potencializado os seus ganhos.

Por isso, a máxima para quem investe em renda variável segue sendo a mesma de sempre: foco no longo prazo. As altas e baixas do mercado de ações são completamente naturais e irão continuar ocorrendo. Mas, no longo prazo, a curva é sempre positiva.

Nosso CEO, Tito Gusmão, escreveu aqui no nosso blog na semana passada e avisou:

“São nestes momentos que as ações passam das mãos dos apressados para as mãos dos pacientes que, no longo prazo, terão muito mais performance”.

O que estamos querendo dizer com isso?

Para sermos bem diretos: a nossa orientação é que você mantenha a calma e a sua estratégia de investimentos. Sempre, é claro, respeitando o seu perfil de investidor.

Então, respondendo à pergunta do título deste texto: NÃO, você não precisa – e nem deve – mudar a estratégia de investimentos por causa da pandemia de coronavírus. 

Não devemos jogar fora investimentos pensados no longo prazo por conta do impacto de curto prazo que estamos vendo. Do seu lado, estarão investidores como Luis Barsi (“maior investidor pessoa física do Brasil’), Warren Buffett e, claro, nós aqui da Warren.

O que o investidor deve buscar sempre e, em especial em momentos como este, é ter paciência. Afinal, o cenário ainda é de incertezas e, enquanto ainda estiverem surgindo novos casos, a volatilidade deve continuar. Panerai reforça que é preciso se manter tranquilo neste momento mas, também, entender a seriedade de uma pandemia como a que estamos vivendo.

“Ainda teremos mais impactos nas economias. Mas, sem dúvida, estas ações são necessárias para que possamos vislumbrar a recuperação da atividade econômica com o menor dano possível da sociedade como um todo”, pondera.

Mas antecipa que, por mais complicado que pareça o momento atual, já temos a China como um exemplo positivo, com o controle da epidemia. Enquanto o número de novos casos parou de subir, a economia já começa a dar seus primeiros sinais de recuperação. 

Por isso, repetimos o mantra: a Bolsa recompensa quem tem paciência! Não mude a sua estratégia de investimentos.

Já investe com a Warren? Acesse aqui e comece a investir melhor.