Organize suas finanças na crise do coronavírus

Confira um guia com seis dicas para dar o pontapé inicial na sua independência financeira mesmo durante este período difícil

A pandemia do coronavírus tem afetado a economia do mundo inteiro, e nós temos falado bastante sobre isso aqui no blog da Warren. Clique aqui e confira nossa página especial que reúne todos os nossos conteúdos, além do nosso cronograma semanal de lives.

É uma situação bastante atípica, o que se chama de ‘cisne negro’ no mercado financeiro: um evento totalmente inesperado que causa efeitos globais e intensos. Em função da sua imprevisibilidade, o isolamento necessário para conter os avanços do vírus acabou pegando muitas pessoas de surpresa

Se você não começou a organizar suas finanças para passar por esta temporada com tranquilidade, não se desespere. Nunca é tarde para começar!

Por isso, separamos seis dicas valiosas para você colocar na ponta do lápis e dar o pontapé inicial na sua independência financeira, mesmo durante este período difícil de quarentena.

Neste artigo, você vai conferir mais sobre:

  1. O primeiro passo
  2. Reserva de emergência
  3. Informação
  4. Metas
  5. Controle de gastos
  6. Investimentos

Vamos?

#1 Dê o primeiro passo 

É básico, mas é o primeiro passo e é super importante: saiba quanto você está gastando. Para isso, nossa sugestão é que você organize todos os seus gastos em uma planilha. Vale a planilha comum no Excel, a super tecnológica e até mesmo uma boa lista em um papel mesmo.

Nela, além de listar todos os seus gastos recorrentes, inclua os ganhos recorrentes. Mas inclua, também, gastos e ganhos eventuais, como restituição de Imposto de Renda, trabalhos freelancers, vencimento de seguro de carro ou imóveis, etc.

Dica: existem diversos aplicativos para ajudar você com isso!

abrir conta warren carteiras, banner

#2 Reserva de emergência: use com inteligência ou crie uma logo!

Se você possui uma reserva de emergência e está passando por alguma dificuldade financeira, provavelmente já solicitou algum resgate para utilizar neste período turbulento que a crise do coronavírus tem causado. E você está correto! Afinal de contas, é um momento que configura uma emergência, não é?

Queremos reforçar, apenas, para você utilizar este valor com consciência. Lembre-se que você reuniu uma quantia suficiente para suprir seus gastos por um período determinado de tempo. Use com inteligência e programe-se para quando a quantia acabar.

Agora, se você não possui uma reserva para emergências, está perdido? Não! Fique calmo. Primeiro você precisa se organizar para passar por esta crise mas, não tire nunca do seu radar a necessidade de criar uma para você! Mesmo que com pouco, comece logo a separar um valor frequente para depositar neste investimento.

LEIA MAIS | Saiba como montar sua reserva de emergência

#3 Ainda que seja duro: mantenha-se informado

Sabemos que essa dica você provavelmente vai seguir, independente da sua vontade, afinal estamos sendo todos bombardeados por notícias e novidades em relação aos avanços do coronavírus pelo mundo. Mas é, sim, importante que você se mantenha informado.

Não somente pelos baques econômicos que os mercados têm sofrido. Mas, também, para você estar por dentro das medidas que os governos têm adotado, os pacotes de incentivo, mudanças em prazos de obrigações legais (como a declaração do imposto de renda, por exemplo) e etc.

LEIA MAIS | Governo Federal libera novo saque do FGTS em meio à crise

LEIA MAIS | Entenda a medida provisória 927

#4 Estabeleça metas realistas

Sim, o isolamento é uma situação que mexe bastante com o psicológico de todos nós. A avaliação dos danos causados pela pandemia na saúde e nas economias é assustador e nós sabemos disso. E entendemos que muitas pessoas estão tendo suas rendas afetadas em função disso. Mas é muito importante que não sejam tomadas decisões drásticas em relação a sua rotina.

Se você precisa cortar gastos, faça objetivos crescentes, vá cortando aos poucos e acostumando-se com uma mudança de estilo de vida. Se você precisa buscar mais renda, faça um plano realista para isso. Acione seu networking e converse com pessoas da sua confiança para buscar oportunidades e fique longe das armadilhas de ‘dinheiro fácil’.

#5 Controle e corte gastos

Sabe aquela lista ou planilha que você fez? Olhe atentamente para ela e tente separar o que você pode cortar. Será que você utiliza todos os serviços pelos quais está pagando? Existe algum plano mais barato que atenderia sua necessidade tão bem quanto (alô pacotes de telefone e de televisão!)?

Se você já possui apenas serviços essenciais, a nossa dica é tentar negociar os valores. O máximo que você ouvirá é um ‘não’.

Se você está respeitando o isolamento, não queremos que você deixe de pedir sua comida preferida daquele restaurante ou lancheria perto de casa e nem que pare de fazer aulas e treinamentos por vídeo. Isso é importante para você e para incentivarmos a economia local. Mas, alguns gastos podem ser mais controlados durante a quarentena. Por que não aventurar-se mais na cozinha para economizar um pouco, por exemplo?

Além disso, tente aplicar a filosofia do consumo consciente na sua vida.

#6 Invista

Talvez você ache que ainda falta muito para conseguir investir, sabemos disso. É extremamente necessário não possuir dívidas e estar confortável com o fluxo do seu dinheiro para que, então, você possa investir com tranquilidade. Mas não tire isso do seu radar!

Lembre-se: quanto antes você começar a investir, mais tempo seu dinheiro tem para render! 

Além do mais, você pode começar a investir com pouco e, com o tempo, aumentar o valor dos seus investimentos. Na Warren, você pode começar com R$ 100! Já conhece a nossa plataforma? Acesse e comece agora.

Uma dica bônus: já conhece o Papo de Grana? É o braço de educação financeira da Warren. Acompanhe no Instagram que você terá acesso a mais dicas valiosas e importantes!

Ficou com alguma dúvida? Deixe nos comentários!

abra sua conta warren conta