Peter Lynch: 4 lições de um dos maiores investidores da história

Peter Lynch é um dos maiores e mais influentes investidores da história. Ele foi gestor de um grande fundo internacional e construiu toda sua carreira no mundo dos investimentos.

Autor de frases muito conhecidas no mercado financeiro, como “Invista no que você conhece”, ele é uma referência global quando o assunto é investimento em ações.

Não por acaso, suas lições são utilizadas como um guia para investidores que pretendem alcançar o sucesso na Bolsa de Valores.

No Brasil, o livro “O Jeito Peter Lynch de Investir” é um dos livros de ações mais populares entre os investidores, sejam eles novatos ou experientes.

Mas o que está por trás dessa fama de Peter Lynch? 

Neste artigo, passaremos pelos seguintes tópicos:

  • Quem foi Peter Lynch
  • História de Peter Lynch nos investimentos
  • O jeito Peter Lynch de investir
  • Influência de Peter Lynch para os investidores
  • 4 lições de Peter Lynch
  • Frases famosas de Peter Lynch

Quem é Peter Lynch

Conheça o investidor Peter Lynch, ilustração

Peter Lynch é um investidor americano que foi gestor do Fidelity Magellan Fund, um dos maiores fundos de ações do mundo. Durante os 13 anos nos quais ficou à frente do fundo, obteve um retorno anualizado de 29,2%, mais do que o dobro do que o S&P 500 no mesmo período. 

Lynch se aposentou em 1990, aos 46 anos, e hoje mantém conexão com o cargo através da vice-presidência da Fidelity Management & Research Co, uma extensão do fundo voltada especificamente para consultorias.

Formado em história, filosofia e psicologia pelo Boston College, ele obteve seu mestrado em Administração de Empresas pela Wharton School, na Universidade da Pensilvânia, em 1968. 

Peter Lynch nasceu em Newton, cidade do Estado de Massachusetts, nos Estados Unidos em 19/01/1944. Seu pai faleceu quando ele ainda era criança, aos sete anos, e foi sua mãe que sustentou a família.

Após a aposentadoria, ele se dedica principalmente à filantropia. Por meio da Fundação Lynch, ele já doou cerca de US$ 80 milhões a causas relacionadas com educação, organizações culturais, religiosas, históricas, hospitais e pesquisas médicas.

História de Peter Lynch nos investimentos

Peter Lynch começou a investir muito cedo, ainda no colegial, quando comprou ações da Flying Tiger Airlines, que, na época, eram avaliadas em US$ 8,00. Posteriormente, as ações se valorizaram, chegando a valer US$ 80,00 cada uma.

Ele entrou para a Fidelity Investments em 1966, como estagiário. Após ficar dois anos afastado servindo o exército, foi contratado definitivamente em 1969, sendo encarregado de fazer o acompanhamento das indústrias químicas, têxtil, de mineração e de metais. 

Em 1977, aos 33 anos, foi contratado como chefe do Magellan Fund.

Ele enriqueceu de fato durante os 13 anos em que geriu o fundo global, batendo anualmente o S&P 500 e alcançando retorno médio anual de 29,2%.

Esse fundo esse era visto com desconfiança pelo mercado, mas, quando Peter pediu sua demissão do cargo em 1990, o fundo havia passado de US$ 18 milhões para mais de US$ 14 bilhões, contando com mais de mil posições individuais.

Boa parte desse sucesso se deve aos seus aportes acertados em empresas como Ford, Volvo, Philip Morris, General Electric, entre outras. 

Sua técnica de investir apenas no que conhece é uma das regras fundamentais de sua técnica de investimentos, que tem outra frase famosa: “Antes de comprar qualquer ação, você precisa explicar o que está comprando.” 

Vamos entender mais sobre essas técnicas e sobre seus ensinamentos a seguir. Antes, vale a pena conhecer detalhes de um dos seus livros.

Livro: O Jeito Peter Lynch de Investir

Livro O jeito Peter Lynch de investir, ilustração

O Jeito Peter Lynch de Investir é o livro mais famoso de Peter Lynch, que já conta com mais de um milhão de cópias vendidas. Ele trata de alguns princípios de análise fundamentalista na ótica de Peter Lynch, o que pode ser de grande interesse para quem busca compreender como ele analisa seus investimentos. 

No livro, ele fornece algumas ferramentas para a análise de uma empresa, como razão entre preço e lucro, e o indicador que relaciona patrimônio líquido e endividamento.

Outra observação relevante do livro é buscar empresas consolidadas. Peter Lynch aponta que isso é mais assertivo do que optar por empresas ainda não consolidadas no mercado, que, consequentemente, não têm a capacidade de apresentar lucros constantes. 

Ele aponta que também é válido ficar atento às boas oportunidades que podem surgir ao nosso redor. 

Nesse contexto, ele sugere analisar uma empresa próxima que vai fazer seu IPO e tem bom potencial de expansão, assim como observar, na prática, se uma empresa se preocupa com partes básicas do processo, como o atendimento ao cliente ou a venda.

Nesse aspecto, também é importante considerar os pontos de vista dos funcionários da empresa e de seus clientes. 

Não é sobre ter informação privilegiada, mas analisar de fato as relações que essa empresa estabelece com quem tem contato com ela, para ter uma visão mais autêntica sobre a realidade da companhia. 

Essas informações, além de serem muito relevantes, não são possíveis de mensurar apenas olhando para os dados de balanços financeiros.

Outros livros de Peter Lynch

Em co-autoria com John Rothchild, ele escreveu três livros, que são “Beating the Street”, “One Up on Wall Street: How to Use What You Already Know to Make Money in the Market” e “Learn to Earn: A Beginner’s Guide to the Basics of Investing and Business”.

Influência de Peter Lynch para os investidores

A influência de Peter Lynch para os investidores é enorme. Entre suas principais contribuições, é possível citar importância do investimento no longo prazo e a consistência para seguir uma estratégia de escolher bem no que você vai investir.

Esses foram alguns dos princípios que trouxeram resultados mais significativos durante sua carreira como investidor e gestor.

Sua contribuição é tão grande que ele foi citado como lendário no livro The Intelligent Investor, que originalmente é de autoria de Benjamin Graham, um dos maiores investidores de todos os tempos. 

A seguir, reunimos quatro das principais lições de Peter Lynch para quem investe:

4 lições de Peter Lynch para os investidores

Veja as lições de Peter Lynch para investidores, ilustração

Dentro de toda sua ideologia e métodos de investir, algumas lições de Lynch se destacam. Citaremos aqui alguns dos pontos chave do seu raciocínio como gestor e investidor.

1. Invista apenas no que você conhece

Um dos pontos mais importantes, de acordo com Lynch, é comprar ações de empresas que você realmente conhece. Isso significa entender profundamente sua atividade fim, serviços, produtos e o setor no qual ela se encaixa. 

Quanto mais você conhece sobre a empresa, maiores são as chances de fazer um bom negócio. Essa tese é um alerta para quem procura barganhas na Bolsa e aceita investir em empresas das quais nunca ouviu falar.

Além disso, esse conhecimento permite que você lide com momentos de crise de forma mais assertiva, sem entrar em pânico em caso de queda dos mercados.

2. Separe suas ações em grupos

Lynch divide seus ativos em seis categorias, que são importantes para entender o que esperar quanto ao retorno do investimento. São elas:

  • Empresas de crescimento lento: são de grande porte e já estão estabelecidas no mercado. Normalmente pagam bons dividendos, porque estão em um nível em que é complicado encontrar meios de expansão. Crescem um pouco acima do PIB.
  • Empresas sólidas: elas têm o crescimento médio, mas são sólidas, ou seja, apresentam lucros constantes. Têm crescimento entre 10 e 12% ao ano e, em momentos de crises, esses são negócios que geralmente persistem às quedas fortes do mercado.
  • Empresas de crescimento mais rápido: empresas menores e mais novas que as anteriores, apresentando um crescimento de 20 a 25% ao ano. Deve ser ressaltado que são mais arriscadas, caso seu negócio não se mostre sustentável. Em geral, são o que hoje conhecemos como small caps.
  • Empresas cíclicas: são aquelas que tem seus resultado atrelado à economia e a commodities. Em geral, crescem mais quando o mercado está saindo de uma crise e engatando uma retomada de ritmo. É importante ressaltar que mesmo se uma empresa cíclica for uma blue chip (empresa grande e consolidada no mercado), investir na hora errada do ciclo pode, sim, trazer grandes prejuízos.
  • Empresas em fase de recuperação: empresas que têm real perspectiva de se recuperarem, mas, no momento não estão gerando lucro considerável por se encontrarem em dificuldades financeiras ou de negócio como um todo. São o que conhecemos por turnaround.
  • Empresas com ativos ocultos: empresas que estão com os preços mais baixos do que o esperado, porque o valor dos seus ativos não estão visíveis a todo o mercado, o que leva a uma subprecificação de suas ações. 

3. Foque no longo prazo

Que Peter Lynch é um investidor de longo prazo, não é novidade para ninguém. Sua mentalidade principal, aqui, não entrar em pânico com o comportamento dos ativos no longo prazo, porque é no longo prazo que os juros compostos funcionam e a mágica acontece — para as empresas certas.

Ele entende, principalmente, que os investidores perdem mais dinheiro tentando prever o mercado e focando nesse tipo de análise de curto prazo do que com as variações de mercado em si. 

Ou seja: se você focar em fazer boas escolhas, que sejam consistentes dentro da sua estratégia, os percalços do caminho não irão derrubar os resultados no longo prazo.

4. Diversifique seus investimentos

Para montar uma carteira de ações coerente, Lynch também entende que havia uma proporção mais segura a se buscar para obter resultados coesos. 

Ele ponderava de 30 a 40% da carteira em ações de crescimento, de 10% a 20% em empresas sólidas, de 10 a 20% nas empresas cíclicas e a parcela final do portfólio em empresas que estão em recuperação. Ao longo de sua trajetória, ele chegou a ter centenas e centenas de empresas no portfólio do fundo.

Frases famosas de Peter Lynch

Leia algumas frases famosas de Peter Lynch, ilustração

Além das já citadas e mais famosas “Antes de comprar qualquer ação, você precisa explicar o que está comprando” e da principal  “Invista no que você conhece”, Lynch tem outras frases que definem muito bem seu jeito de enxergar os investimentos.

Reunimos algumas delas abaixo:

“No mercado de ações, o órgão mais importante é o estômago. Não o cérebro.”

Aqui, ele afirma que o mais importante, na renda variável, é ter resistência e resiliência, ou seja: estômago, para lidar com as oscilações e a volatilidade do mercado.

“Ter ações é como ter crianças, não se envolva com mais do que você consegue lidar.”

Auto-explicativa, a frase de Peter se posiciona contra uma diversificação a perder de vista, em que o investidor sequer consegue controlar e acompanhar seus investimentos.

“Ações não são bilhetes de loteria. Por trás de cada papel há uma empresa. Se a empresa se sair bem, com o tempo suas ações vão bem e vice-versa.”

Peter é contra o comportamento aleatório na bolsa. Ele entende que o enriquecimento é possível através de investimentos em empresas sólidas, fazendo compras conscientes e justificadas com foco no longo prazo. Essa mentalidade vai contra a ideia de “apostar” em empresas, como se a Bolsa de Valores fosse um cassino.

“Quanto mais se sabe sobre uma empresa, seu negócio, produtos e concorrentes, mais chances temos de encontrar uma boa história para investir.”

Além de se investir no que se conhece, a análise das informações da empresa também é crucial.

Especialista em ganhar dinheiro e transmitir conhecimentos

Como vimos, Peter Lynch é um dos maiores e mais famosos investidores do mundo, que fez um trabalho extremamente reconhecido no fundo em que atuou e nas obras que escreveu, orientado milhões de investidores até hoje.

Sua visão sobre os investimentos de longo prazo e a forma como transformou seu fundo de investimento em um dos maiores do mundo fizeram de Lynch um dos mais venerados investidores de sua geração. 

Além de superar o mercado com muita consistência, ele se consagrou por conseguir transmitir seus conhecimentos de forma clara e acessível a qualquer investidor.

Você se inspira em Peter Lynch para investir em ações?

Conheça a Warren e negocie ações, FIIs e ETFs com corretagem zero.

Quer conhecer mais sobre o mercado financeiro? Continue navegando pelo blog da Warren:

Banner baixar relatório de BDRs, ilustração