Planejamento financeiro e o cenário atual

Juros nas mínimas históricas e bolsa subindo forte pelo quarto ano consecutivo. Foi assim que 2019 se despediu dos investidores brasileiros: o Ibovespa, principal índice de referência do mercado acionário brasileiro, marcava alta anual de 31,6% e fechando nos hoje distantes 115 mil pontos.

Olhando agora, o bull market (movimento de alta consistente do mercado) que vivemos nos últimos tempos parece ter ficado definitivamente para trás. Apenas na semana passada, a bolsa brasileira registrou quatro circuit breakers (mecanismo acionado quando o mercado cai agressivamente e a bolsa encerra negociações temporariamente para evitar movimentos ainda mais abruptos), com o Ibovespa perdendo quase 50 mil pontos e girando em torno dos 70 mil pontos.

Se as duas semanas anteriores foram ruins, a última segunda-feira (16) também começou tensa, com um quinto circuit breaker sendo acionado logo na abertura do pregão e jogando mais um balde de água fria na cabeça dos investidores.

A importância de um bom planejamento financeiro

A importância de um bom planejamento financeiro, ilustração.

“Em tempos de pandemia de Coronavírus COVID-19, as pessoas percebem ainda mais a importância do suporte médico para a sociedade. E da mesma forma que o médico atua para cuidar da saúde das pessoas, o Planejador Financeiro Pessoal (profissional responsável por fazer o planejamento financeiro ideal) tem o mesmo papel pra saúde financeira de seus clientes, de modo que eles tenham as melhores estratégias, posturas e realinhamento de rota em momentos como este”, afirma Leanderson Reis, fundador da GFAI e Planejador Financeiro CFP® (Certified Financial Planner) e parceiro da Warren for Business, braço da Warren voltado para profissionais do mercado.

“Nas últimas semanas, aumentou muito a procura dos indivíduos e famílias pelos Planejadores Financeiros da GFAI. As pessoas querem discutir neste momento temas como: se devem ou não mudar as suas alocações de investimentos, revisão de projetos como viagens para o exterior, compra de imóveis, transição de carreira, dentre vários outros pertinentes às finanças pessoas e projetos de vida. Os investimentos de uma viagem que estava sendo projetada e não ocorrerá, seja pela variação cambial ou pela própria pandemia, pode ser realocada, por exemplo, na compra de ações ou títulos para longo prazo. Além disso, um dos objetivos do nosso trabalho na GFAI Planejamento Financeiro é o acúmulo e a preservação do patrimônio dos investidores contra a inflação, com uma visão de longo prazo e não de especulação. O esforço agora é de manter a calma e mostrar que tudo segue dentro do planejado. Talvez correções de curto prazo precisem ser feitas e novas oportunidades surgirão nas próximas semanas, mas tudo dentro dos cenários discutidos junto ao seu planejador financeiro”, relata.

Vitor Noronha, planejador financeiro (CFP) da K1 Capital Humano e também parceiro da Warren for Business, concorda. “O planejador financeiro precisa agora atuar como uma esponja, tem que ouvir os clientes, acalmá-los e explicar que o momento agora não é para pânico e sim para foco no longo prazo. Precisamos transmitir tranquilidade e lembrar que existe uma estratégia por trás, os investimentos dos nossos clientes não foram escolhidos por acaso”, pontua.

abra sua conta warren

Um bom time de futebol

Planejamento financeiro e o futebol, ilustração.

Vitor ainda faz um paralelo entre uma boa carteira de investimentos e a estratégia de um time de futebol. “Os ativos mais conservadores, como a Renda Fixa, têm a mesma função do goleiro, zagueiros e volantes, a de proteger contra danos. O meio de campo, por sua vez, é formado por fundos multimercados, enquanto o ataque são os ativos mais agressivos, como os fundos de ações. Para um time jogar bem, é preciso uma boa dosagem entre todos esses jogadores é da mesma forma que funciona uma boa carteira de investimentos”.

Para o planejador financeiro da K1 Capital Humano, essa é uma ótima maneira de ilustrar para um cliente a necessidade de se manter investido em um ativo, mesmo que no curto prazo ele apresente uma performance negativa. “Ativos mais voláteis são para o longo prazo e os objetivos não mudaram só porque estamos em uma turbulência agora, então qual o sentido de resgatar? A situação exige seriedade, mas podemos ter calma”, aponta.

Tanto Vitor quando Leanderson acreditam que episódios como esse reforçam ainda mais a necessidade de as pessoas buscarem bons planejadores financeiros para as auxiliarem a chegar em seus objetivos financeiros com mais facilidade e também para buscar uma boa proteção patrimonial. “Como profissional do mercado, esse é um momento histórico, mas que vai passar e reforça ainda mais a importância do nosso trabalho”, finaliza Vitor.

abrir conta warren