Afinal, por que lançamos um home broker? Nosso CEO responde

Somos a maior plataforma de carteiras administradas do país. Na verdade, dada a quantidade de carteiras que administramos, ocupamos a primeira até a quinta posição e só depois vem o resto do mercado.

Este é o nosso foco. 

É através das carteiras administradas que entregamos um grande diferencial — e estamos mudando a indústria. Os clientes conseguem montar carteiras para seus diversos objetivos, como a aposentadoria, a reserva de emergência e o intercâmbio dos filhos. 

Recheamos as carteiras com os melhores produtos, respeitando o perfil de investidor e as metas dos clientes, oferecemos rebalanceamento automático, recompra automática e nossa gestão ativa consegue mudar as estratégias para melhor aproveitar os diversos momentos do mercado. 

Na Warren, os clientes conseguem construir quantas carteiras quiserem, transferir recursos entre carteiras e, assim, organizar sua vida financeira em sonhos. Contando com um atendimento humanizado, um modelo de negócios sem conflito de interesses e 100% alinhado com seu perfil.

Reforço que essa é nossa principal funcionalidade e vamos sempre investir para deixar esta experiência cada vez melhor. Aliás… não posso dar spoilers, mas ainda teremos mais novidades em 2022. 

Mas, Tito, então porque vocês lançaram um home broker?  

A resposta é simples: porque queremos oferecer uma experiência completa. Sendo, assim, uma plataforma para todos os momentos dos investidores e para todos os investidores.

Nosso NPS, o dado que informa a opinião dos clientes em relação à Warren, sempre foi alto. Sempre recebemos muitos elogios dos nossos clientes, mas começamos a receber alguns elogios que vinham conectados a pedidos (em alguns casos, quase súplicas) para que entregássemos acesso direto à Bolsa

“Quando vou conseguir comprar ações pela Warren?” 

“Quando vou poder transferir minha custódia de Fundos Imobiliários para a Warren?”

“Seria tão mais fácil ter todo o meu dinheiro de investimentos na Warren. Ajuda aí Warren! Nunca te pedi nada.”

Acima, alguns pequenos exemplos de mensagens que vínhamos recebendo desde o lançamento da nossa versão 3.0. 

E não eram só dos nossos clientes, essas mensagens eram minhas também. 

Tenho que confessar: nós construímos a Warren para nossos clientes e para nós mesmos!

Sim, são as nossas experiências e vivências no mercado que nos ajudam em muitas etapas, mas em tantas outras o que nos ajuda, de verdade, é o fato de que somos clientes, somos consumidores do nosso produto. Construímos para as nossas ansiedades e desejos — que são, muitas vezes, conectados às dos nossos clientes. 

Todos temos nossas carteiras de longo prazo, carteiras de curto prazo, dinheiro na Conta Remunerada para o dia a dia e vários de nós (cada vez em maior número) têm, também, seu portfólio direto de ações e gosta de acompanhar com frequência. 

abra sua conta warren

Muitas pessoas trilham jornadas diferentes no mundo dos investimentos

Alguns começam montando uma carteira para um objetivo de longo prazo, depois criam uma outra carteira e depois começam a comprar suas primeiras ações.  

Outros começam diretamente montando um portfólio de ações e depois percebem a importância e a facilidade de construir uma carteira para um objetivo. 

E outros, ainda, começam investindo na somente na Conta Remunerada da Warren, tendo apenas o propósito de vencer da poupança e só depois constroem uma carteira e, um tempo depois, optam por comprar a primeira ação. 

Cada investidor tem um momento e, como escrevi acima, queríamos entregar soluções para todos os momentos dos investidores. Hoje entregamos. 

Alguns podem se perguntar: “Mas e se eu não quiser usar o acesso à bolsa?”

Ótimo! Você não precisa usar e não vai ter menos performance nos seus investimentos por causa dessa decisão. 

O acesso direto à bolsa é para quem quer tomar as próprias decisões: 

  1. investindo boa parte do capital e fazendo isso de forma séria
  2. ou para quem quer investir pouco (pouquíssimo) capital e apenas “se divertir”.

Sobre “se divertir” na bolsa

Um parênteses, apenas. Existe toda uma comoção conectada a comprar e vender ações com pensamento de curto prazo. O tal day trade, super aclamado por alguns falsos gurus. 

Eu sou completamente contra isso, como já citei em diversos textos, lives e no nosso curso Como Investir na Bolsa. 

A Bolsa de Valores não é um cassino. 

Um país próspero é um país com mercado de capitais pujante. Onde empresas conseguem se capitalizar, para crescer, contratar, gerar oportunidades, vendendo suas ações na bolsa e encontrando do outro lado investidores, como eu e você, que podem investir e surfar a onda de sermos sócios de boas empresas.

Não faz sentido entrar em uma sociedade de manhã e sair dessa sociedade no mesmo dia à tarde. O certo é investir em boas empresas com pensamento de 5, 10, 15 anos ou mais. É assim que se investe de forma séria e correta!

Mas cada um tem o direito de fazer o que quiser com o próprio dinheiro. Eu não posso obrigar uma pessoa a não fazer day trade, posso apenas aconselhar. 

Então se eu não conseguir convencer você a não fazer day trade, pelo menos siga esse outro conselho: faça com pouquíssimo dinheiro. Não faça para ganhar dinheiro, faça para se divertir, pois existe uma probabilidade muito grande de que de fato você vai perder.

Diversificação e pensamento de longo prazo

Existe fórmula mágica para investir? Se você considerar diversificação + pensamento de longo prazo como uma fórmula, sim, existe.

A missa que rezo é sempre a mesma: crie carteiras diversificadas e alinhadas ao seu perfil de investidor e seus objetivos.

Invista com disciplina e não fique abalado nos momentos de queda e nem eufórico nos momentos de alta.

Quer continuar aprendendo a viver e investir melhor? Então confira os seguintes posts:

abra sua conta warren conta