Peter Lynch: quem é e qual sua importância no mercado financeiro

Peter Lynch é um dos mais bem-sucedidos investidores norte-americanos.

Ele é reconhecido principalmente por seu trabalho como gestor, entre 1977 e 1990, do Fidelity Magellan Fund, um dos maiores fundos de investimento do mundo.

Seu jeito de investir inspirou e ainda inspira muitos investidores, dos amadores aos mais experientes.

Por que Peter Lynch é importante?

Muito do sucesso do Fidelity Magellan Fund se deve aos métodos de Peter Lynch.

Quando assumiu a chefia, o fundo possuía apenas US$18 milhões em ativos e não era muito popular entre os investidores, que o viam com desconfiança (o fundo, não Lynch).

Em 1990, quando deixou o cargo, esse número já estava em US$14 bilhões. Ao longo dos 13 anos sob sua gestão, o Fidelity Magellan Fund teve retorno médio de 29,9% ao ano – o que é bastante. Desde então, Lynch se dedica à filantropia.

Para quem já investe ou está dando os primeiros passos no mercado financeiro, o legado de Lynch muitas vezes serve como guia para saber em que ações investir. Uma das suas frases mais icônicas é:

“Antes de comprar, você precisa saber explicar o que está comprando”.

Em outras palavras, você deve investir naquilo que conhece.

Concentrar seu conhecimento em uma área torna o investidor um especialista, o que auxilia na hora de encontrar boas ações.

Além disso, é importante pensar o porquê de se estar investindo em um determinado negócio.

Qual é a estratégia de Peter Lynch?

Dentre os principais ensinamentos de Lynch, podemos citar:

  • Investir no longo prazo;
  • Saber onde está investindo;
  • Diversificar, mas não demais.

Esta última pode até soar um pouco estranha, já que se fala muito em diversificação da carteira de investimentos.

Não é que Lynch seja “contra” essa estratégia, mas ele acredita que é preciso simplificar o portfólio, mantendo apenas o que for essencial. Do contrário, fica difícil dar conta do estudo e do acompanhamento do mercado.

Outro legado importante sobre o qual ele foi, em parte, responsável é o Growth At a Reasonable Price (em tradução livre, “crescimento a um preço razoável”). O GARP, como é mais conhecido, é uma estratégia para a seleção de ações baseada no equilíbrio entre investimento em valor e investimento em potencial de crescimento.