Como declarar seus investimentos na Warren no Imposto de Renda 2023  

A partir deste ano, a entrega da Declaração Anual de Imposto de Renda da Pessoa Física (DIRPF/2023) acontecerá no período de 15 de março a 31 de maio.

Quem deve declarar o Imposto de Renda em 2023?

Antes de entrarmos nos detalhes das aplicações da Warren e como elas devem ser declaradas, vamos esclarecer os critérios para a declaração do Imposto de Renda em 2023.

Aqui, é preciso lembrar que a reforma tributária, em tramitação no Congresso, ainda não provocou mudanças na declaração do IR para 2023, mas outras mudanças foram feitas.

Mas, então, quem deve fazer a declaração neste ano?

Em resumo, todo contribuinte cuja renda tributável foi superior a R$ 28.559,70 em 2022 é obrigado a fazer a declaração do IRPF em 2023.

Além disso, também é obrigado a preencher a declaração quem teve rendimentos isentos, como pagamento de dividendos de empresas ou proventos de FIIs, que somem mais de R$ 40 mil no ano passado.

Em relação aos investimentos, devem fazer a declaração quem obteve ganho de capital na venda de bens e direitos, com cobrança de imposto, e pessoas que possuam bens e investimentos que somem mais de R$ 300 mil.

Para investimentos em Bolsa, será obrigado a declarar em 2023 quem realizou operações de alienação (venda) em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas:

  • Cuja soma foi superior a R$ 40 mil; ou
  • Que teve lucro sujeito à incidência de imposto nas vendas (se a soma das vendas — e não do lucro — das ações ficarem acima de R$20 mil no mês e houver lucro. Caso contrário, o investidor fica isento de tributação).
  • Há ainda outras regras que podem ser consultadas no site da Receita Federal, mas, em resumo, são esses os principais fatores que podem tornar a declaração obrigatória para você, investidor Warren.

Como encontrar o Informe de Rendimentos da Warren

O primeiro passo para declarar seus investimentos na Warren é gerar o Informe de Rendimentos.

O Informe de Rendimentos da Warren pode ser encontrado por meio da área logada acessada via app ou navegador.

Basta fazer o seguinte caminho: no Menu, clique em Meus Investimentos. Em seguida, em Informe de Rendimentos. 

Um documento aparecerá, e você pode salvá-lo em formato PDF.

Informe de Rendimentos em mãos? Estamos prontos para avançar para a próxima etapa.

Declarando o IRPF em poucos cliques

Para fazer a sua declaração de IRPF em poucos cliques, de forma fácil e segura, você pode fazer a sua declaração com o Velotax.

Basta acessar a Calculadora de IR Warren by Velotax e sincronizar suas informações de investimento na Warren para ter as informações sincronizadas automaticamente para a plataforma de IR do Velotax. Comece agora o preenchimento do seu IRPF 2023 para declarar assim que possível – a partir do dia 15/03.

Cadastre-se agora para não esquecer do IRPF 2023.

Se você preferir declarar no programa da Receita Federal, siga o passo a passo:

Declarando os fundos de investimento das carteiras

As carteiras de investimentos na Warren contam com produtos como fundos de investimentos e títulos públicos do Tesouro.

Cada produto que consta nas carteiras deve ser declarado de forma individual na declaração, de acordo com as especificações que constam no Informe de Rendimentos.

Veremos os detalhes de cada produto a seguir, começando pelos fundos de investimento.

Em primeiro lugar, é preciso entender que sobre os fundos de investimento é necessário declarar o saldo do fundo e seus rendimentos no ano de 2022.

Na ficha Bens e Direitos, declare cada fundo individualmente e de acordo com seu código específico.

Desde a declaração de 2022, a Receita dividiu a aba “Bens e Direitos” em diversos grupos. O que nos interessa, ao declarar os fundos, é o grupo “7 – Fundos“.

Depois de selecionar o grupo 7, você terá uma lista com 12 códigos, e precisará escolher um deles para declarar cada fundo de investimento que possui.

Para facilitar a sua vida, reunimos uma lista com os fundos da Warren, o respectivo CNPJ, o código antigo, que você usava para declarar até ano passado, e o código atual — além do grupo, que será sempre o 7.

Confira abaixo:

Depois do grupo, do código e do CNPJ do fundo de investimento, você precisa discriminar a operação, no campo “Discriminação”.

Ali, reúna as informações que você possui sobre o investimento, detalhando o nome do fundo e da empresa que o distribui.

No campo abaixo, que pede a situação em 31/12/2021 e 31/12/2022, digite o valor que você possuía investido no fundo em cada data (a informação consta no Informe de Rendimentos). 

Se você investiu pela primeira vez em 2022, o campo relativo a 2021 ficará zerado.

Em Rendimentos Sujeitos à Tributação Exclusiva/Definitiva

Agora que você declarou o saldo que possuía nos fundos, é preciso declarar o rendimento auferido, conforme consta no Informe de Rendimentos.

Você pode fazer isso de duas formas: acessando a ficha de Rendimentos Sujeitos à Tributação Exclusiva/Definitiva e selecionando a linha “06 – Rendimentos de aplicações financeiras” ou informando os rendimentos já no momento de declarar os bens na ficha “Bens e Direitos”.

Neste caso, ao inserir o rendimento por meio da aba “Bens e Direitos”, o programa vai puxar as informações do fundo que você já preencheu, tornando mais rápido o processo, bastando adicionar os valores que constam no Informe de Rendimentos, além do CNPJ da fonte pagadora.

Vale lembrar que o CNPJ da fonte pagadora, de acordo com a orientação da própria Receita Federal, é o CNPJ do fundo de investimento em questão. 

Declarando títulos do Tesouro

Para declarar títulos do Tesouro, você deve selecionar o grupo “4 – Aplicações e Investimentos” na aba Bens e Direitos. 

O Tesouro Direto entra com o código 02 – Títulos públicos e privados sujeitos à tributação (Tesouro Direto, CDB, RDB e Outros).

Ao inserir o saldo, preencha também o CNPJ da instituição financeira pela qual você investe.

Já os rendimentos destes títulos devem ser declarados na aba “Rendimentos Sujeitos à Tributação Exclusiva ou Definitiva”, no item “06 – Rendimentos sobre aplicações financeiras” ou vinculando diretamente na aba Bens e Direitos, na mesma lógica que explicamos dos fundos. A fonte pagadora, neste caso, é a “Warren Corretora de Valores Mobiliários e Câmbio”.

Todas essas informações constam no Informe de Rendimentos.

Declarando títulos isentos, como LCA e LCI

Os títulos isentos de Imposto de Renda, como LCI e LCA, também devem ser declarados na ficha Bens e Direitos.

Você vai escolher o grupo “04 – Aplicações e Investimentos” e o código 03 – Títulos isentos de tributação (LCI, LCA, CRI, CRA, LIG, Debêntures de Infraestrutura e outros).

Insira o CNPJ do título, conforme orientações do Informe de Rendimentos, e na discriminação reúna as informações que você possui.

Os rendimentos isentos podem ser declarados de forma associada, como já explicamos acima, ao clicar em “Informar Rend. Isento” na parte inferior desta mesma ficha, ainda na aba “Bens e Direitos”.

Declarando o saldo e o rendimento da sua Conta Remunerada

O saldo na sua Conta Remunerada deve ser declarado no grupo 04 – Aplicações e investimentos, com o código 02 – Títulos públicos e privados sujeitos à tributação (Tesouro Direto, CDB, RDB e outros).

O mesmo ocorre com os rendimentos provenientes da Conta Remunerada em 2022, que são declarados na aba “Rendimentos Sujeitos à Tributação Exclusiva ou Definitiva”, pelo item “06 – Rendimentos de aplicações financeiras”.

Declarando os títulos da sua aba Bolsa

Pela aba Bolsa, clientes da Warren podem comprar e vender títulos negociados na Bolsa de Valores

Ações, BDRs, ETFs e FIIs são declarados da mesma forma, independentemente da corretora. 

Ou seja: as dicas aqui também servem caso você tenha algum desses títulos em outra empresa.

Novamente, tudo começa pelo Informe de Rendimentos, que neste são documentos enviados aos investidores pelos bancos escrituradores. 

Você receberá uma carta em casa com as informações, mas também é possível emitir os documentos pela internet, dependendo do banco em questão.

Tudo começa pela aba Bens e Direitos. Na tabela abaixo, simplificamos as mudanças tidas no IRPF 2022 e que valem para o IRPF 2023.

Discriminando as Ações

Ao declarar ações, na discriminação, especifique a quantidade de cotas de cada produto, o CNPJ da empresa e o valor pago pelas ações. 

  • Exemplo: 100 ações PN de Petrobras (PETR4) adquiridas ao custo total de XXX. CNPJ: 33000167000101

Note que você não vai mencionar, aqui, o valor atual das ações, e sim o valor que pagou pela compra. Essa informação pode ser consultada através do preço médio informado no sistema da B3. 

Afinal, multiplicando o preço médio pelo total de ações que você tem, é possível saber o valor total investido.

Não é necessário especificar a corretora pela qual você adquiriu os produtos.

Em situação em 31/12/2021, mantenha o campo zerado caso o produto tenha sido comprado em 2022. Se você já possuía o produto antes de 2022, preencha o valor declarado no Imposto de Renda anterior.

Em situação em 31/12/2022, preencha com o valor que consta no sistema da B3, ou no documento emitido pelo banco escriturador.

Os dividendos recebidos devem ser declarados na aba “Rendimentos Isentos e Não Tributáveis”, selecionando a opção “09 – Lucros e dividendos recebidos pelo titular e pelos dependentes”, conforme consta no Informe de Rendimentos.

Já os Juros sobre Capital Próprio (JCP) devem ser declarados na aba “Rendimentos Sujeitos à Tributação Exclusiva”, com a opção “10 – Juros sobre capital próprio”.

Para mais informações, recomendamos a leitura do nosso artigo completo: Como declarar ações no Imposto de Renda: Passo a Passo Simples 

Declarando planos de Previdência Privada

Para declarar produtos relativos à previdência privada, é importante ter em mente a diferença entre os planos PGBL e VGBL.

Para planos PGBL, informe o valor das contribuições na aba “Pagamentos Efetuados”, usando o código “36 – Previdência Complementar”.

Lembre-se que o PGBL é um gasto dedutível, oferecendo a vantagem de abater 12% da renda bruta anual por meio dos pagamentos.

Não esqueça também de inserir o CNPJ da instituição responsável pelo plano de previdência.

Os planos VGBL devem ser declarados como aplicação financeira, utilizando o código “06 – Vida Gerador de Benefício Livre” na aba de Bens e Direitos, grupo 99 – Outros Bens e Direitos.

Ainda tem dúvidas? Como o Imposto de Renda é um tema complexo, sempre vale a pena consultar um contador da sua confiança antes de emitir a declaração.

Além disso, conte com nosso atendimento pelo meajuda@warren.com.br para qualquer dúvida que surgir a respeito da declaração dos produtos que você possui na Warren.

Você também pode tirar dúvidas específicas sobre o Imposto de Renda com o nosso parceiro: o Velotax.