Listamos os 7 livros para ler em 2022  

Você já separou os livros para ler em 2022? O início de mais um ano pode ser a oportunidade perfeita para retomar o hábito da leitura.

Não é por acaso que algumas das personalidades mais bem-sucedidas do mundo têm em comum o gosto pelos livros:

“Art always sustains and nourishes the soul”.

A arte sempre sustenta e nutre a alma.

Quem disse isso — ou melhor, quem tuitou isso — foi Barack Obama, ex-presidente dos Estados Unidos, quando divulgou sua lista anual com os livros que mais gostou em 2021.

Desde 2009, Obama mantém a tradição de dividir com seus seguidores as obras que mais lhe marcaram no ano que passou (não só na literatura, mas na música e no cinema também).

E ele não é o único: Bill Gates, um dos fundadores da Microsoft, também costuma recomendar leituras em seu blog pessoal Gates Notes.

Se é verdade que a arte sustenta e nutre a alma, então estamos precisando dela.

Depois de quase dois anos atravessados por uma pandemia, foi nela que muitas vezes encontramos refúgio, conforto e esperança.

Com isso em mente, e aproveitando aquela vontade de organizar a vida que vem junto com a virada de ano, misturamos algumas dicas de pessoas influentes às nossas próprias, com o objetivo de ajudar você a escolher os seus livros para 2022.

Boa leitura!

Melhores livros para ler em 2022

Confira, abaixo, a nossa seleção com os melhores livros para 2022:

1. Irmão de alma (At night all blood is black)

Irmão de alma, ilustração

Vencedor do International Booker Prize de 2021, “Irmão de alma” conta a experiência de um soldado senegalês que luta pela França na Primeira Guerra Mundial.

Como descreve o site do próprio Booker Prize, “Irmão de alma” é “uma representação hipnótica e comovente de uma mente precipitando-se para a loucura, despedaçada pela dor e o horror da guerra”.

Um drama sensível, bem nutrido de História e de reflexões que não são menos atuais do que na época em que se passa o livro, um século atrás.

A obra é uma das indicações da lista de livros de Obama, e seu autor, David Diop, é o primeiro escritor francês com ascendência africana a ganhar o International Booker Prize.

LEIA TAMBÉM | Inspire-se: conheça a história de Mary Wells Lawrence, um ícone feminino da publicidade

2. Belo mundo, onde você está? (Beautiful world, where are you?)

Belo mundo, onde você está, ilustração

Escrito, reescrito e publicado durante a pandemia, “Belo mundo, onde você está?” é o terceiro romance da escritora irlandesa Sally Rooney, que se consagrou como uma das maiores vozes da “geração millenial”.

O livro acompanha as histórias de Alice, Felix, Eileen e Simon, jovens que sentem cada vez mais a pressão da passagem do tempo.

Enquanto Alice e Felix se conhecem pelo Tinder, Eileen volta a flertar com Simon ao mesmo tempo em que tenta lidar com o término de seu último namoro e a falta da melhor amiga, que se mudou para outra cidade.

Depois do sucesso de “Conversas entre amigos” (2017) e “Pessoas normais” (2019), romance que foi adaptado para uma série de mesmo nome pelo Netflix, “Belo mundo, onde você está?” foi reconhecido com o prêmio de melhor livro de ficção pelo Goodreads Choice Awards 2021.

LEIA TAMBÉM | Os 9 melhores livros de ações para você dominar a renda variável

3. Devoradores de estrelas (Project Hail Mary)

Devoradores de estrelas, ilustração

Esta dica é para os adoradores da ficção científica!

Ryland Grace é um professor de Ciências que acorda em um sistema solar diferente, sem qualquer lembrança de como foi parar lá.

Único sobrevivente de uma missão de emergência no espaço, cabe a ele desvendar um grande mistério científico para salvar o planeta Terra da destruição — e a humanidade, da extinção.

Também vencedor do Goodreads Choice Awards 2021, mas na categoria de ficção científica, “Devoradores de estrelas” é o mais novo thriller de Andy Weir, autor do best-seller “Perdido em Marte”.

O livro consta não só na lista anual do presidente Obama, mas também é uma das recomendações do empresário Bill Gates. Vale a pena conferir!

LEIA MAIS | Livros de análise fundamentalista: 7 opções para estudar

4. Will

Will, ilustração

Se você, assim como nós, integra o fã-clube de Will Smith, prepare o coração para mergulhar de cabeça na vida desse que é um dos maiores nomes do cinema e da música do século XX.

Em “Will”, sua autobiografia publicada em novembro de 2021, Smith fala sobre sucesso, felicidade e conexões humanas.

Do anonimato de um jovem do oeste da Filadélfia, nos Estados Unidos, à fama no mundo do rap e, posteriormente, em Hollywood, sua trajetória foi marcada pelo estrelato, mas teve um custo para sua família.

Em uma narrativa corajosa e inspiradora, o ator compartilha suas histórias e aprendizados. Se você ainda não é fã, talvez se torne depois dessa leitura!

LEIA TAMBÉM | Saiba como simplificar a sua vida em 2022

5. O livro do conforto (The comfort book)

Sabe aquela sensação de angústia e tristeza, de um imenso vazio e de medo do futuro?

Às vezes, esses sentimentos vêm com tudo, tomando conta de nossa mente e nos fazendo acreditar que nunca vão passar.

Como muitos de nós, Matt Haig sabe bem o que é passar por momentos assim, e é sobre isso que ele fala em “O livro do conforto”.

Em um apanhado de reflexões e dicas práticas, o autor fornece pequenas doses de esperança para quem precisa atravessar momentos difíceis, convencendo o leitor de que sim, esses sentimentos vão passar.

Em uma época como a que estamos vivendo, depois de dois anos de pandemia e em meio a crises das mais variadas ordens, ler “O livro do conforto” pode ser quase como receber um abraço apertado.

6. Meu caminho até a cadeira número 1

Meu caminho até a cadeira número 1, ilustração

Nada como uma história inspiradora para renovar as energias, certo?

Essa dica não veio da lista de nenhuma liderança famosa, mas de nossa própria curadoria interna. Afinal, adoramos compartilhar histórias que nos motivam.

Em “Meu caminho até a cadeira número 1”, a paulista Rachel Maia conta como se tornou uma das mais prestigiadas executivas do Brasil — trajetória que, infelizmente, ainda é muito distante para a maior parte das mulheres negras e periféricas como ela.

No livro, Maia, que passou por grandes empresas como Lacoste, Pandora e Tiffany & Co., compartilha com o leitor não só sua formação e trajetória profissional, mas também sua visão sobre autoconfiança, mercado de trabalho e diversidade.

“Meu caminho até a cadeira número 1” é uma ótima leitura para quem se interessa pelo mundo dos negócios e se preocupa com a luta contra a desigualdade de gênero e raça no país.

LEIA TAMBÉM | Meia maratona financeira: o que a corrida tem a ver com investimentos?

7. Hábitos atômicos (Atomic habits)

Hábitos atômicos (Atomic habits), ilustração

Para finalizar, uma dica para quem quer colocar a lista de resoluções de fim de ano em prática de uma vez por todas.

Com muita ciência e boas histórias, “Hábitos atômicos” é um guia descomplicado que vai ajudar você a fazer pequenas mudanças e atingir grandes resultados, “tornando os bons hábitos inevitáveis e os maus, impossíveis”, como relatam as sinopses do livro internet afora.

James Clear, autor da obra, é um expoente especialista nos estudos sobre a criação de hábitos. No livro, ele traduz conceitos da biologia, psicologia e neurociência em comportamentos relativamente simples e aplicáveis à vida cotidiana.

Seja para metas pessoais ou profissionais, “Hábitos atômicos” traz ótimas ferramentas e estratégias para quem quer transformar seus hábitos e ressignificar a ideia de sucesso.

Gostou na nossa seleção com alguns dos melhores livros para ler em 2022? Agora é só adicionar os favoritos à sua lista, definir uma ordem e iniciar as leituras.

Quer continuar a leitura? Talvez você também se interesse por: