O que é Dogecoin  

A Dogecoin é uma criptomoeda criada em 2013 pelos engenheiros de software Billy Markus e Jackson Palmer. Seu nome e símbolo são inspirados no meme “doge”, que traz a fotografia de um cão da raça Shiba Inu.

A Dogecoin é uma altcoin, ou seja, uma criptomoeda alternativa ao Bitcoin. É também uma memecoin, por ser um criptoativo inspirado em um meme da internet.

O meme doge e a criação da criptomoeda Dogecoin

O meme “doge” dominou a internet no começo da década de 2010, viralizando a foto de um cão da raça Shiba Inu com uma expressão desconfiada, o que levou à criação de diversas montagens humorísticas com o seu retrato.

O humor também estava na origem da criptomoeda Dogecoin: seus criadores a conceberam justamente como uma “piada interna” no mercado cripto, em um momento em que os criptoativos ainda eram alvo de muita desinformação e ceticismo.

Apesar da origem “informal”, a Dogecoin logo passou a ser vista como uma via popular e amigável para a entrada no mercado de criptomoedas.

A popularização da Dogecoin

O site oficial da criptomoeda Dogecoin acumulou mais de 1 milhão de visitantes no seu primeiro mês no ar. Em dezembro de 2013, a moeda passou por uma valorização de 300% em 72 horas. Poucos dias depois, o seu valor caiu mais de 80%. 

Aí está um belo exemplo da volatilidade deste mercado.

Ao longo dos anos, a Dogecoin manteve uma comunidade fiel de fãs e investidores, protagonizando um salto em popularidade no começo de 2021. Em janeiro do ano passado, a Dogecoin chegou a valorizar 800% em 24 horas. 

Boa parte da fama da Dogecoin é atribuída a Elon Musk, CEO da Tesla, que por vezes declarou sua admiração pela criptomoeda, incentivando ainda mais o caráter de “meme” da moeda.

LEIA TAMBÉM | NFT: o que é, onde comprar e como criar? Tudo que você precisa saber

Número de Dogecoins em circulação e perfil inflacionário

Estima-se que há em circulação hoje mais de 130 bilhões de unidades da DOGE (a sigla usada para as transações da Dogecoin). O Bitcoin, por exemplo, conta atualmente com cerca de 17 milhões de unidades em circulação.

Diferente do Bitcoin e diversas outras criptomoedas, a Dogecoin não possui um limite máximo de unidades a serem criadas por meio da mineração, o que dá a ela um caráter inflacionário: ao longo do tempo, é esperada a desvalorização de seu valor unitário por conta do excesso de moedas no mercado.

Quer continuar aprendendo? Confira os seguintes artigos sobre o universo cripto: