O que são penny stocks  

Penny stocks são ações de empresas listadas na bolsa de valores com baixa capitalização de mercado. Em outras palavras, são ações negociadas na casa dos centavos. 

Embora a grande maioria dessas penny stocks esteja listada em mercados fora das bolsas regulamentadas, ou seja, mercados de balcão — também chamados de Over The Counter (OTC) —, há algumas ações desse tipo que estão listadas nas grandes bolsas de valores.

Como funcionam as penny stocks?

Cada país tem um valor para as chamadas penny stocks.

Para se ter uma ideia, no Reino Unido, uma penny stock é aquela ação que se negocia por uma valor abaixo de £1 (uma libra esterlina). Já nos Estados Unidos, a penny stock é uma ação com valor inferior a US$5.

No Brasil, as penny stocks são aquelas ações que custam literalmente centavos. 

Se você já assistiu ao filme O Lobo de Wall Street, deve lembrar que o personagem vivido por Leonardo diCaprio (Jordan Belfort) começou a sua carreira vendendo penny stocks. Anos depois, fundou a Stratton Oakmont, desenvolvendo grandes golpes com esse tipo de ação.

Como regra, a B3 não permite que as empresas tenham o preço de fechamento de suas ações abaixo de R$1 por 30 pregões seguidos, e estabeleceu prazos para que as companhias classificadas como penny stocks revertam a situação. 

Após todos os recursos, caso a empresa não consiga reverter a situação, ela tem a negociação dos seus papéis suspensa, com a possibilidade até de ser excluída do registro da bolsa.

Vantagens e desvantagens das penny stocks

A principal vantagem das penny stocks é que são ações com valores tão baixos que qualquer impulso no preço, mesmo que não seja muito grande, pode proporcionar um grande ganho de capital em um período muito curto.

As penny stocks, às vezes, conseguem dobrar ou triplicar seu preço em um único dia de negociação.

Assim, podemos dizer que as vantagens das penny stocks estão em:

  • Baixo preço por ação: o preço por ação é bem menor, o que é a principal vantagem, já que, do ponto de vista dos investidores, não é necessário um grande capital para iniciar o investimento.
  • Aumento das opções de investimento: é fácil comprar ações de baixo custo porque estão prontamente disponíveis para o público em geral. Como os preços são muito baixos, é possível comprar muitas ações com menos capital. Isso aumenta as opções para os investidores, que podem adquirir várias dessas ações de uma só vez.

Já entre as desvantagens, percebemos:

  • Falta de liquidez: a maioria delas não tem liquidez. É possível que, quando o investidor quiser vender suas ações, não consiga um comprador para elas. Para vendê-las, pode ter que reduzir o seu preço, perdendo dinheiro.
  • Empresas “problema”: uma penny stock pode ser um sinal vermelho para o investidor, pois, geralmente, são companhias que passam por recuperação judicial ou que apresentam risco na perpetuidade dos negócios. 
  • Volatilidade: ela também aparece como um contra. Isso porque, ao mesmo tempo que elas podem gerar ganhos com uma mera subida, o efeito contrário também é muito comum. Ou seja, o investidor pode perder muito dinheiro ao fazer uma aposta ruim.

Gostou da leitura? Continue aprendendo sobre os termos do mercado financeiro aqui no Mercado de A a Z: