GetOutSide: como organizamos nossas finanças para alcançar objetivos em comum e também individuais  

O Dia dos Namorados está chegando e a Warren nos convidou para compartilhar a forma como lidamos com as finanças no casal.

Se você acompanha a Warren Magazine ou as nossas redes, sabe que somos um casal nômade viajando o mundo em nosso mothorhome. E isso, você pode imaginar, exige um planejamento financeiro que começou muito antes de colocarmos o pé na estrada.

Muito mais do que juntar as escovas de dente, o que mudou quando começamos a nossa vida de casal foi ter objetivos em comum. 

Aliás, acreditamos que é isso que define um casal: ter planos, projetos e objetivos em comum.

Isso não significa que só temos projetos em conjunto, mas sim que uma parte da nossa vida está destinada para algo em comum — sempre respeitando a nossa individualidade e nossos interesses pessoais.

Lá atrás, quando começamos a pensar na viagem, tudo começou de uma forma muito pessoal, cada um juntando o seu dinheiro em uma carteira de investimento na Warren

Inicialmente, também dividimos os custos que teríamos com a viagem e cada um arcou com a sua parte (para a construção do motorhome, vistos, documentação, etc).

Com o amadurecimento da nossa relação e também do nosso projeto de viagem, que acabou se tornando um negócio e o nosso ganha pão, nós viramos sócios e acabamos nos casando. 

Então começamos a investir juntos em objetivos comuns, como foi o caso do investimento que fizemos para o nosso casamento.

E como organizamos as finanças de um casal nômade que está empreendendo na estrada?

É o que vamos explicar agora!

Organização de despesas

A primeira coisa que fizemos com relação às nossas finanças de casal foi organizar as nossas despesas. 

Temos despesas em comum e despesas pessoais

As despesas em comum tentamos manter enxutas, mas sem prejudicar a nossa qualidade de vida. 

Essas despesas em comum, que no nosso caso são as despesas com o motorhome, combustível e alimentação, nós compartilhamos. 

LEIA MAIS | Chegou a hora de morar junto? 7 passos para planejar uma vida financeira a dois

Para onde vão as receitas?

Usamos planilhas e aplicativos para organizar as nossas receitas enquanto casal.

No nosso caso, como trabalhamos juntos, fazemos uma centralização das receitas, cobrimos as despesas do casal e depois dividimos o que sobra.

Antes, quando nossas receitas eram diferentes e vinham de fontes diferentes, nós dividíamos as despesas proporcionalmente, considerando os ganhos de cada um. 

LEIA MAIS | Navegando juntos: a importância de falar sobre dinheiro no relacionamento — e como fazer isso 

Finanças pessoais

Com as despesas de viagem cobertas e mais algumas despesas do negócio também, nós dividimos igualmente o que sobra. E aí cada um faz o que quer com o seu dinheiro. 

Temos perfis diferentes de investimento e também temos objetivos pessoais, por isso achamos importante respeitar a individualidade do outro também com relação às finanças.

Planos e metas

Projetos e planos futuros nos mantêm motivados a economizar e investir mais. 

Por isso, de tempos em tempos, sentamos para conversar sobre os nossos planos e metas como casal e analisar se estamos no caminho certo. 

Transparência e companheirismo

O segredo, para nós, é ter transparência na relação e manter planos e projetos conjuntos, o que faz com que a gente siga juntando dinheiro, economizando nos gastos e investindo mais com a Warren

Além, é claro, de respeitar nossas vontades e liberdades individuais que nós sempre tivemos antes de virarmos marido e mulher e também sócios.

E vocês, como vocês organizam as finanças do casal por aí?


Conteúdos recomendados para você: