Simplifique: dicas para levar uma vida mais leve em 2022  

À medida que o fim de ano se aproxima, é comum se perguntar quais foram os aprendizados deixados pelo ano que passou e o que se deseja para o ano que está por vir.

Na lista de metas e resoluções, costumam marcar presença objetivos clássicos como começar a praticar algum esporte, comprar um carro ou imóvel ou trocar de celular.

Mas há também quem busque objetivos mais amplos e subjetivos, como ter uma vida mais simples — e isso vai além da quebra de paradigmas quanto ao consumo de bens materiais.

Com isso em mente, propomos uma reflexão: e se você simplificasse sua vida em 2022?

Depois de quase dois anos repletos de incertezas que fugiam do nosso controle, a chegada de 2022 pode servir como um convite para repensar o modo como levamos o nosso dia a dia.

De que forma podemos trazer mais leveza e simplicidade a tudo aquilo que está ao nosso alcance?

No artigo de hoje, reunimos algumas dicas de atitudes que você pode colocar em prática para ajudar você a simplificar a sua vida.

Boa leitura!

Uma vida mais simples: afinal, o que isso quer dizer?

Ao contrário do que muitos podem pensar, uma vida simples não significa necessariamente realizar mudanças drásticas, como deixar a cidade grande e viver isolado em um lugar remoto.

Para alguns, o modo de vida acelerado que muitos de nós levamos, especialmente no meio urbano, de fato tem deixado de fazer sentido. E nesses casos, uma mudança mais profunda pode ser uma alternativa interessante.

Para outros, no entanto, um pequeno passo já ajuda.

Pode até não parecer, mas reduzir a dose do turbilhão de compromissos, informações e propagandas aos quais nos submetemos todos os dias já traz um grande alívio.

Assim, simplificar não quer dizer mudar completamente de vida.

É possível simplificar o aqui e o agora permanecendo aqui e tomando pequenas atitudes para transformar o agora.

Vamos descobrir como?

LEIA TAMBÉM | Ser feliz no trabalho é uma utopia?

Dicas para simplificar e ter uma vida mais leve

A simplicidade não está somente em se desfazer de bens materiais; às vezes, além de tirar certas coisas da nossa vida, precisamos adicionar outras.

Mais do que “viver com menos”, a simplicidade também tem a ver com bem-estar.

Uma vida mais simples envolve reduzir excessos, estresses e complicações desnecessárias, bem como inserir no cotidiano atividades que nos fazem bem.

Nosso objetivo aqui não é entregar mais uma lista de tarefas que, no fim do dia, você não vai conseguir cumprir. Não queremos trazer mais peso para a sua rotina; muito pelo contrário, a ideia é ajudar a simplificá-la.

Por isso, mais do que dicas, a lista a seguir traz reflexões para que você possa pensar e entender o que faz mais sentido para você.

Afinal, só você é capaz de decidir o que realmente importa para a sua vida.

Vamos a elas?

1. Faça pausas

A cultura do “24/7” (trabalhar ou estar disponível 24 horas por dia, sete dias por semana) pode até ter tido seu sucesso, servindo como mantra para muitos workaholics.

Mas cada vez mais entendemos que parar é preciso.

De tempos em tempos, nossa mente precisa descansar. Por isso, a pausa é essencial não só para a qualidade do nosso trabalho, mas também para a nossa qualidade de vida.

Tanto durante o expediente quanto em dias de descanso, emendar uma atividade na outra nem sempre é saudável.

Além de ser importante para oxigenar o cérebro, ajudando em momentos de cansaço ou falta de criatividade, parar também nos ajuda a entender a origem de certas angústias e preocupações que eventualmente possam surgir.

2. Procure fazer uma coisa de cada vez

O multitasking também já teve seu lugar ao sol, e por algum tempo ser multitarefas era inclusive um elogio.

No entanto, pesquisas mostram que fazer mais de uma tarefa ao mesmo tempo tem consequências negativas, como:

  • Redução da satisfação profissional;
  • Prejuízo às relações pessoais;
  • Efeito negativo sobre a memória e a saúde; e
  • Prejuízo à criatividade.

Se você está fazendo outras coisas enquanto lê este artigo, talvez seja uma boa oportunidade para repensar esse hábito.

Fazer uma coisa de cada vez e se sentir presente em cada momento é um ingrediente essencial para uma vida mais leve.

3. Defina as suas prioridades e aprenda a dizer “não”

Saber dizer “não” talvez seja um dos exercícios mais difíceis dessa jornada.

Para muitas pessoas, negar um pedido pode parecer quase impossível. Mas não é: é uma habilidade que podemos desenvolver ao longo da vida.

Dizer “sim” para tudo pode acabar nos sobrecarregando, o que caminha na direção oposta de uma vida mais simples.

Aprender a dizer “não” é fundamental para que possamos definir nossas prioridades, não só no trabalho mas também na vida pessoal. Vale para tudo: das relações e sentimentos às roupas, móveis e até mesmo a carreira.

Aos poucos, em um cenário “quase-pós-pandêmico”, nossa vida social vem sendo aquecida novamente.

Porém, ainda que estejamos saudosos dos encontros presenciais, cada um tem seu ritmo, e não há nada de errado em recusar alguns programas para poder ter um tempo para si mesmo nas horas de descanso.

Ao entendermos o que realmente tem importância para nós, fica mais fácil desapegar daquilo que não nos faz bem ou que não agrega tanto valor à nossa vida.

Para isso, é preciso saber fazer escolhas — o que significa, consequentemente, dizer não.

LEIA TAMBÉM | Técnica Pomodoro: conheça o método que vai ajudar você a gerenciar melhor o seu tempo

4. Seja mais realista com a sua agenda

Esta dica dialoga muito com a última que citamos aqui.

Dizer sim para tudo significa conviver diariamente com uma agenda lotada, seja de tarefas relacionadas ao trabalho, à casa ou aos filhos, hobbies ou qualquer outra atividade.

Se você sente que não há um dia na sua semana que não esteja cheio de eventos e afazeres (e se isso gera angústia ou cansaço), talvez seja hora de olhar com mais carinho para o seu tempo.

É claro que de certos compromissos não podemos abrir mão, mas simplificar a rotina envolve entender que não damos conta de tudo.

Busque descobrir quais são os seus limites. Além de aprender a dosar o quanto você pode se doar para os outros, pegue leve com seus compromissos pessoais.

5. Estabeleça momentos para se desconectar

Você sabia que o Brasil é o terceiro país no mundo que mais usa redes sociais?

Um estudo divulgado pela plataforma Cupom Válido, feito com dados da Hootsuite e do WeAreSocial, revela que, em média, passamos 3h42 por dia conectados.

Isso apenas nas redes. Para quem trabalha online, essas horas só aumentam.

O problema é que isso nos afeta mais do que percebemos.

Além de sintomas físicos e psíquicos, como taquicardia, agitação, angústia e até problemas de coluna e de visão, por exemplo, o uso excessivo da internet e das redes sociais limita as tantas outras atividades que podemos fazer offline.

Por isso, pode ser interessante reservar momentos para ficar fora do mundo virtual.

Nessas horas, aproveite para ler, praticar esportes, encontrar amigos ou simplesmente não fazer nada (no início, você pode até sentir um pouco de culpa; mas depois que você desapega, vai ver que não fazer nada pode ser um ótimo hábito).

6. Embarque numa jornada de autoconhecimento

Como você já deve ter percebido, a simplicidade também tem muito a ver com autoconhecimento.

Entender nossos limites, descobrir do que gostamos, desapegar do que podemos deixar para lá… Mas nem sempre isso é tão evidente. Conhecer a si mesmo é um processo constante, que caminha junto conosco.

Se você não tem o costume de olhar para dentro, por que não tentar uma atividade mais introspectiva em 2022?

Manter um diário, fazer caminhadas sozinho, sair para fotografar e meditar são algumas opções interessantes, mas nada como o bom e velho jogo da tentativa e erro!

Experimente e veja o que faz sentido para você. O que importa é curtir a própria companhia!

LEIA MAIS | Entenda por que é tão importante ter um hobby para chamar de seu

7. Desapegue

Por último, mas não menos importante, a dica mais clássica para levar uma vida simples: o desapego.

Somos constantemente estimulados a consumir, mas nem sempre nos damos conta de que nem tudo que possuímos é necessário.

Quantas roupas estão há anos paradas no fundo do seu armário? Será que você realmente precisa delas?

Ou aquele eletrônico que você não usa mais, mas está escondido em uma gaveta no seu quarto. Por que não doá-lo? Ou, se você estiver precisando de uma grana extra, por que não tentar vendê-lo?

Como diria a “maga” da organização pessoal, Marie Kondo, desapegue daquilo que não desperta alegria em você.

Se você não sabe muito bem por onde começar, conhecer o método da especialista japonesa pode ajudar! 

No reality show “Ordem na casa com Marie Kondo”, a consultora e organizadora japonesa visita famílias para ajudá-las a se organizar e arrumar suas casas

Simplificando sua vida financeira

Já deu pra ver que levar uma vida mais simples pode trazer inúmeros benefícios, certo?

Mais produtividade no trabalho, mais tempo para si… Sem falar na redução de estresses e preocupações.

Chegando ao final do nosso artigo, trazemos outra provocação: e se você simplificasse a sua vida financeira?

O cuidado com as finanças costuma ser considerado uma tarefa complicada, desde o controle do orçamento até as escolhas de investimentos.

E não é à toa: o mercado financeiro ainda oferece muitas ciladas, nas quais boa parte das pessoas, por falta de informação, acaba caindo.

Mas cada vez mais esse mesmo mercado abre espaço para soluções inovadoras, mais transparentes e que buscam ajudar as pessoas a atingirem o bem-estar financeiro.

Esse conceito representa a condição em que nos vemos capazes de cumprir com nossas obrigações financeiras recorrentes, nos sentimos seguros e confiantes com relação ao futuro e estamos habilitados a tomar decisões que nos permitam aproveitar a vida.

Já imaginou uma vida financeira tranquila, sem o estresse de estar constantemente preocupado com o amanhã? A Warren pode ajudar você a chegar lá.

Aqui, você cria diferentes carteiras de investimento para cada objetivo de vida. E só — o resto é com a gente.

Com base no seu perfil e no prazo do seu objetivo, sugerimos os melhores investimentos para você.

Investir não precisa ser complexo. Quer experimentar? Abra sua conta e invista em minutos.

Se você gostou da leitura, talvez também se interesse por: