Marlova Noleto, da Unesco, é nossa convidada especial  

Conheça um pouco da história da primeira mulher a dirigir e representar o Brasil na agência da ONU

Marlova Noleto é Diretora e Representante da UNESCO no Brasil desde 2018 e é nossa convidada especial para live que acontece hoje, às 18h, no canal do Youtube da Warren. Kelly Gusmão, CPO da Warren, e Marlova irão conversar sobre a evolução do protagonismo da mulher na sociedade.

A Live faz parte do #WarrenEquals, nossa iniciativa que tem como objetivo diminuir a distância de todos que se sentem longe do mercado financeiro. Reforçamos que o Equals é para todos, pois todos têm o direito de conquistar autonomia, realizar sonhos e construir um futuro mais feliz. E acreditamos que a melhor forma de alcançar tudo isso é por meio do trabalho e da segurança financeira.

LEIA MAIS | Tudo o que você precisa saber sobre Warren Equals

Neste bate-papo, a ideia é abordar o viés feminino, pois as mulheres representam 52% da população no país, mas apenas 24% dos CPFs cadastrados na Bolsa de Valores do Brasil são de mulheres, conforme últimos dados divulgados pela B3, em março deste ano. 

Conheça um pouco da história da primeira mulher a dirigir e representar a agência da ONU no Brasil

Marlova Noleto é natural de Uruguaiana, no interior do Rio Grande do Sul e ingressou no Sistema ONU no Brasil em 1997, como oficial de programas de Políticas Públicas e Direitos da Criança do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF). De lá para cá, trilhou um caminho enorme na organização, passando por setores de Ciências Humanas e Sociais, Educação, Ciências Naturais, Cultura e Comunicação e Informação, além de ter adquirido vasta experiência e conhecimento acadêmico no ramo.

Antes de começar a atuar na UNESCO, Marlova já possuía experiência lidando com o tema de bem-estar social. Tendo trabalhado na Febem (atualmente FASE) e, também, como presidente do Conselho Nacional de Assistência Social no Brasil.

Mestre em Serviço Social pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), Marlova também participou de intercâmbio nos Estados Unidos com ênfase em políticas sociais e educacionais, responsabilidade social, filantropia e combate à pobreza. Com grande atuação acadêmica, ela foi bolsista na Fundação Kellogs, da Eisenhower Exchange e, também, da Federação Sueca de Assistentes Sociais. Além de ter realizado treinamento em Administração Pública no Instituto de Administração de Nova York, lecionou por dez anos na Faculdade de Serviço Social da PUCRS.

O que faz a diretora e representante da UNESCO no Brasil?

A UNESCO é a agência da ONU no Brasil. A ONU atua em 193 países, em parceria com os governos locais, trabalhando para combater problemas sociais e garantir a paz entre os povos através da cooperação entre as nações.

A atuação do cargo de Marlova, neste contexto, equivale a um embaixador, que atua de forma diplomática com governos municipais, estaduais e federal nas políticas públicas.

A evolução do protagonismo da mulher na sociedade

É uma honra contar com a presença da Marlova para debater a evolução do papel feminino na sociedade e, por consequência, no mercado de trabalho. Primeira mulher a ocupar o cargo de Diretora e Representante da Unesco, Marlova já falou, em algumas entrevistas, das desigualdades que o público feminino enfrenta em diversos setores.

Temos certeza de que vai ser incrível! Portanto, acione o lembrete para não perder a transmissão:

Se você ainda não investe com a Warren, clique aqui e comece agora a fazer o seu dinheiro trabalhar para você.

Invista com a Warren!

Se ficou com alguma dúvida, por favor, a deixe nos comentários ou nos envie uma mensagem por qualquer um dos nossos canais de comunicação.