Resultados dos fundos

Os resultados dos fundos da Warren em março

Publicado por
Greice Heemann

De forma geral, em março, os mercados apresentaram desempenhos positivos. Tanto as bolsas dos países desenvolvidos quanto dos emergentes se valorizaram. 

O Ibovespa, principal índice de ações da bolsa brasileira, subiu 6%, fechando o período aos 119.999,23 mil pontos. Com a alta, o indicador finalizou o 1º trimestre do ano acumulando uma valorização de 15,47%.

Os mercados internacionais oscilaram entre períodos de medo dos efeitos da guerra na Ucrânia e períodos de maior otimismo, com algum avanço em negociações de cessar fogo.

O S&P 500 chegou a cair 5% no mês, mas encerrou março em um tom positivo, com 3.6% de alta. Embora a situação do conflito entre Rússia e Ucrânia ainda esteja sujeita a muitas idas e vindas, os períodos de calmaria permitiram aos mercados respirarem. 

Na parte de juros, tivemos o comunicado do Banco Central de que o ciclo da alta dos juros provavelmente se encerrará na próxima reunião do Copom, fazendo com que aqui, no mercado brasileiro, os juros futuros caíssem pouco mais de 100 bps (1%). Também tivemos o início da elevação de juros pelo FED, buscando trazer a inflação norte-americana para baixo.

Nossas técnicas utilizam a tecnologia para alavancar nosso time, possibilitando escala e velocidade para uma tomada de decisões mais eficiente. 

Continuamos atentos aos desdobramentos e de olho em oportunidades. 

Agora, vamos aos resultados dos nossos fundos em março?

Warren Prev Gestão Ativa

O fundo Warren Previdência Gestão Ativa (38.729.027/0001-92) permite o acesso a um portfólio completo e diversificado por meio de apenas um investimento. A alocação reúne diversas estratégias da casa e de terceiros, adotando uma abordagem multifatorial, com exposição a ativos de renda fixa pós-fixados, indexados à inflação, crédito privado, ações brasileiras, ações internacionais, bem como fatores alternativos, como estratégias macro e quantitativa.

O fundo teve a excelente performance de 2,26% no mês (o equivalente a 243,3% do CDI), assim, continua como destaque entre os fundos de mesma classe com a melhor rentabilidade no mês e no acumulado. Os destaques foram para a parcela de renda fixa e posição vendida em futuros. 

Warren Artemis

O Warren Artemis (41.858.415/0001-88) é o nosso fundo de previdência em renda fixa. O fundo se expõe preponderantemente a crédito bancário, tendo também posição em debêntures, cotas sênior de FIDCs e títulos públicos. O fundo busca superar o CDI no médio/longo prazo, sem deixar de perseguir retorno real acima da inflação.

O Warren Artemis performou 0,82% no mês, equivalente a 89% do CDI. A rentabilidade abaixo do CDI se dá pela abertura do spread de crédito nos papéis perpétuos, posição relevante da estratégia. O fundo segue sendo destaque na sua categoria com a melhor rentabilidade acumulada.

Warren Tesouro Selic

Este é o fundo mais conservador da casa e segue superando o seu benchmark. Atrelado a indicadores como Selic e CDI, possui baixo risco e liquidez diária. O investimento neste fundo é sugerido para investidores mais conservadores ou para objetivos de curtíssimo prazo, como reserva de emergência.

O Warren Tesouro Selic performou 0,92% no mês, o que representa 99,1% do CDI. O resultado do mês foi afetado pela leve abertura da curva de algumas LFT’s em que o fundo estava posicionado.  

Warren FIC CP

O fundo Warren FIC FIM CP (30.271.177/0001.93) é a opção de renda fixa com risco moderado e alta liquidez, com o tempo de resgate de apenas dois dias úteis. Contamos com uma carteira diversificada e composta preponderantemente pelas estratégias de renda fixa e crédito privado da Warren Asset. Por essa razão, é um produto prático e completo para o investimento em crédito privado.

O Warren FIC CP performou 0,91% no mês, o que equivale a 98,4% do CDI.  O FIC Crédito Privado ficou abaixo do seu benchmark devido à abertura na curva de LFT’s e do spread de crédito nos papeis bancários perpétuos.

Warren Cash Clash

O fundo Warren Cash Clash tem uma estratégia que busca retorno por meio de exposição tática no mercado de LFT’s e demais ativos de alta liquidez com risco soberano, com pequena parcela de exposição à crédito bancário com excelente nível de risco. O fundo busca entregar liquidez, segurança e rentabilidade ao investidor com uma exposição com baixo ou nenhum risco de mercado.

O Warren Cash Clash entregou performance de +0,70% no mês, equivalente a 84,9% do CDI. A exposição tática do fundo em vértices mais longos na curva de LFT’s e a abertura do spread de crédito em papéis bancários perpétuos prejudicaram a rentabilidade no mês.

Warren Vênus

O Warren Vênus (36.854.581/0001.76) é o fundo de crédito privado da Warren Asset, com foco em crédito bancário. A estratégia é direcionada para investidores que possam abrir mão de liquidez em troca de um retorno maior no médio prazo. Ao investir no Vênus, o cotista está exposto aos mais variados instrumentos de crédito bancário disponíveis na indústria, bem como em crédito estruturado para uma menor parcela da carteira.

O fundo teve uma performance de 0,78% no mês, com destaque negativo para os papéis bancários perpétuos. Seguimos confortáveis com esta posição, dadas as boas perspectivas para o setor financeiro no Brasil. O objetivo da carteira é entregar uma ótima liquidez junto de uma rentabilidade acima do CDI, desde o início o fundo já acumula a rentabilidade de 11,31%, que representa 144,8% do CDI.

Warren Ísis

O Warren Ísis FIC FIM CP (37.282.459/0001-35)  é o fundo de crédito estruturado da Warren Asset. A estratégia tem como foco obter exposição a fundos de investimento em direitos creditórios (FIDCs e FIC FIDCs). Também investe em fundos abertos que aplicam em crédito estruturado.

O fundo performou 1,12% no mês, o que representa 121,7% do CDI. O fundo segue alocado com 80% em crédito estruturado via FIDC’s, com destaque para a participação em crédito consignado público e privado.

Warren IPCA Curto

O Warren IPCA Curto (37.557.820/0001-99) é um fundo de renda fixa simples que investe no mínimo 95% de seu patrimônio em títulos do governo federal indexados à inflação (Tesouro IPCA). Alocar uma parcela da carteira atrelada a ativos inflacionários pode garantir ao investidor uma rentabilidade real sobre o investimento realizado, o que permite que receba efetivamente mais quando leva em consideração o aumento dos preços.

O fundo performou positivamente no mês de março e teve um retorno de 2,66%, superando o seu benchmark, o IMA-B 5. Com a contínua alta da inflação, torna-se cada vez mais necessário o investidor ter uma proteção dentro do seu portfólio.

Warren Omaha

O Warren Omaha (32.704.998/0001-00) foi construído para possibilitar um alto grau de diversificação ao investidor. O fundo mira reduzir o risco específico de cada mercado por meio de sua diversificação de estratégias, permitindo que o investidor sobreviva nos mais variados cenários.

O Omaha teve uma excelente performance de 3,21% no mês, o que representa 344,1% do CDI. A parcela em fundos macro, quantitativos e criptoativos tiveram forte desempenho na carteira.

Warren BR FIA

O Warren Brasil FIA (29.577.652/0001-75) possui como estratégia capturar o prêmio de risco de ações, seguindo o principal índice do país, o Ibovespa. O fundo adota uma estratégia indexada na bolsa brasileira, com um pequeno adicional sistemático, que busca suavizar movimentos de mercado.

O retorno mensal do Warren Brasil foi de 6,58% contra 6,06% do seu benchmark. Com a alta, o Ibovespa finalizou o 1º trimestre do ano acumulando uma valorização de 15,47%, na contramão dos pares estrangeiros, influenciado pela alta das commodities (que possui peso de mais de 1/3 na nossa bolsa) e a entrada do forte fluxo estrangeiro. Ambos relacionados aos desdobramentos da guerra entre Rússia e Ucrânia.

Warren USA

O Warren USA (29.577.706/0001-00) é o nosso fundo de ações que leva o investidor para o mercado americano, no índice S&P 500, referente as 500 maiores empresas dos Estados Unidos.

O fundo Warren USA performou 4,97% no mês, 1,64 pontos percentuais acima do seu benchmark S&P500, que fechou o mês com 3,33% de rentabilidade. Oferecendo um grau de recuperação provindo de uma correção dolorosa dos dois meses anteriores, em que o índice teve fortes quedas, principalmente por parte das bigtechs

Warren Green

O fundo Warren Green (35.030.809/0001-40) investe em ativos alinhados a boas práticas sociais, ambientais e de governança, sem deixar de lado a rentabilidade. Com estratégia de fatores, o Green utiliza os fatores Valor e Momentum nos mercados brasileiro, americano e europeu. 

O Warren Green entregou o resultado de 3,55% no mês, 1,10 pontos percentuais acima do seu benchmark, o MSCI. A parcela da alocação em empresas brasileiras foi destaque positivo, sendo as maiores contribuições: WEG (WEGE3), São Martinho (SMTO3) e EDP Brasil (ENRB3).

Warren Equals

O Warren Equals (36.401.557/0001-81) é o nosso fundo que investe em empresas com políticas de equidade de gênero, baseado na vasta literatura sobre os aspectos ESG, que demonstra como estas decisões afetam positivamente as empresas. O fundo utiliza o Fator Qualidade em sua estratégia, selecionando ativos com excelentes indicadores financeiros, como margem de lucro e baixa alavancagem financeira.

O Equals fechou o mês com a performance de 6,15%, diferença positiva de 0,09 pontos percentuais, superando o seu benchmark, o Ibovespa. Os destaques foram as ações de setores como bancos e commodities, sendo as preferidas pelo fluxo gringo proveniente da defesa contra inflação. As principais contribuições foram Banco Santander Brasil (SANB11), Cosan S.A. (CSAN3) e EDP Brasil (ENBR3).

Warren Tech

O Warren Tech (37.282.649/0001-52) é um fundo de ações que investe exclusivamente em empresas da indústria de tecnologia, sendo um setor de grande potencial e cujas maiores empresas estão localizadas no exterior. O fundo utiliza o Fator tamanho, visando capturar o diferencial na rentabilidade entre empresas com menor e maior representatividade em seus mercados.

O fundo Warren Tech performou 4,62%, com uma diferença positiva de 0,78 pontos percentuais do seu benchmark Nasdaq, que performou 3,84% no mês. Os destaques positivos foram a Nvidia (NVDA), que aumentou a confiança dos investidores pelas iniciativas da empresa e teve progresso em seu crescimento nos seus principais mercados, e a Apple (APPLE), que teve seu evento de lançamento dos novos produtos. 

Warren Games

O Games entregou o resultado de 2% no mês em contramão ao seu benchmark, o ETF HERO que terminou o mês negativo. O principal ETF do setor teve uma queda de -3,01%, criando uma diferença de 5,01 pontos percentuais no mês.

Os destaques foram as ações de Nvidia (NVDA) e Microsoft (MSFT).

Warren Ásia

O Warren Ásia (42.150.975/0001.46) é um fundo de investimento em ações que investe em empresas e índices de empresas asiáticas. O fundo utiliza estratégia de fatores, mais especificamente o fator Momentum, que tem relação com a continuidade nas tendências dos preços de determinados ativos.

O fundo que investe em empresas e índices asiáticos performou -8,68% no mês, proveniente da guerra entre Rússia e Ucrânia que se estendeu por mais um mês. O forte impacto é dado pela dependência das commodities produzidas pelos países envolvidos no confronto, afetando a economia dos países. 

Ainda não tem conta na Warren para investir nos fundos exclusivos da Warren Asset? Clique aqui e abra a sua conta gratuita.

Outros conteúdos que podem ser do seu interesse:

Este post possui natureza informativa, não devendo ser entendido como recomendação de qualquer investimento ou sugestão de alocação por parte dos destinatários. Os ativos financeiros e/ou as carteiras de investimentos discutidas neste material podem não ser adequadas para todos os investidores, tendo em vista que os objetivos de investimento, situação financeira e necessidades de cada investidor podem variar. Para avaliação da performance de um fundo de investimento, é recomendável a análise de, no mínimo, 12 (doze) meses. Fundos de investimento não contam com garantia do administrador, do gestor, de qualquer mecanismo de seguro ou do Fundo Garantidor de Crédito – FGC. Rentabilidade passada não representa garantia de rentabilidade futura. A rentabilidade divulgada não é líquida de impostos. Leia o prospecto, o formulário de informações complementares, a lâmina de informações essenciais e o regulamento antes de investir.

Compartilhe
Publicado por
Greice Heemann