Ação fracionada: o que é e como comprar na prática

Uma ação fracionada é a menor unidade dentro de um lote padrão de ações, composto por 100 ações. Trata-se de um investimento mais acessível e flexível para quem está começando na Bolsa de Valores e deseja investir com pouco dinheiro. 

Essas ações são negociadas no mercado fracionário, com a letra F ao final do código da ação. Dessa forma, em vez de 100 ações do lote padrão, você consegue comprar entre 1 e 99 ações.

As ações fracionadas são muito procuradas por quem não tem muito patrimônio para investir na renda variável, ou prioriza a diversificação da carteira, mesmo que não tenha um montante mais expressivo para investir.

Mas o que muda quando você compra uma ação fracionada? Qual o passo a passo no home broker? Há impactos sobre os dividendos?

Para esclarecer essas e outras dúvidas comuns sobre o tema, continue a leitura deste artigo. Passaremos pelos seguintes tópicos:

  • O que é ação fracionada?
  • Como funcionam os lotes de ações?
  • Como funcionam as ações fracionadas?
  • Como comprar uma ação fracionada na prática?
  • Dúvidas comuns sobre as ações fracionadas.

Vamos juntos?

O que é ação fracionada?

Uma ação fracionada é uma ação negociada na Bolsa de Valores em quantidade inferior ao lote padrão, de 100 ações. Negociadas no mercado fracionário, as ações fracionadas permitem que você negocie entre 1 e 99 ações de uma companhia, o que torna o investimento mais acessível, flexível e democrático.

Elas são identificadas na Bolsa de Valores pela letra F ao lado do código da empresa. No caso de Petrobras, por exemplo, ao código da ação (PETR3) é adicionada a letra F (PETR3F). 

Mas, antes de nos aprofundarmos sobre o que é ação fracionada, você precisa entender o que é um lote padrão de ações.

Banner planilha 2

Como funcionam os lotes de ações?

Saiba como funcionam os lotes de ações, ilustração

Um lote padrão de ações é composto por 100 ações. Essa é a quantidade mínima para ser negociada na Bolsa de Valores quando a negociação não se dá pelo mercado fracionado. 

Isso significa que, no mercado acionário tradicional, o investidor não pode comprar nem vender, por exemplo, 99, 30, 15 ou 2 ações individualmente. 

Os números sempre respeitam os lotes de 100 ações. Assim, você só poderá negociar 100, 200, 300 ações ou múltiplos desses números, respeitando sempre o padrão de 100 ações por lote.

Os lotes padrões foram definidos para auxiliar a organização das negociações entre as empresas, a Bolsa, as corretoras e os investidores. 

Essa foi a forma encontrada de se padronizar uma quantidade mínima para as negociações, evitando valores injustos ou complexidade nas operações.

No momento da compra, geralmente, o preço das ações mostrado é o unitário. Por exemplo, o preço de R$27,30 precisa ser multiplicado por 100. Ou seja, o valor do lote é R$2.730.

Para entender melhor, imagine um mercado atacadista. Normalmente, só é possível comprar caixas fechadas, ou quantidades mínimas de uma mercadoria. O mesmo acontece com os lotes padrões.

Vamos a alguns exemplos reais de algumas empresas para facilitar a compreensão:

Exemplo de lotes de ações

Antes de começar, é importante lembrar que o sufixo 3 no código das ações significa que são ações ordinárias (ON), com direito a voto nas assembleias. Já as ações preferenciais (PN) têm o sufixo 4, e dão preferência na distribuição de dividendos.

Acompanhe alguns exemplos para entender melhor como funcionam os lotes de ações.

Lojas Renner

Na B3 — a Bolsa de Valores do Brasil — as ações das Lojas Renner, uma das maiores varejistas de vestuário do país, são encontradas pelo ticker LREN3.

No final do mês de julho de 2020, uma ação da Lojas Renner estava cotada em R$ 41,73. Ou seja: o seu lote padrão custava R$ 4.173.

Weg

A Weg é uma multinacional que fabrica equipamentos eletrônicos indústriais para transmissão de energia, como motores. As suas ações são encontradas pelo ticker WEGE3.

Também no final do mês de julho de 2020, uma ação da Weg estava cotada em R$ 67,31. Portanto, o seu lote padrão nessa data era de R$ 6.731.

Magazine Luiza

A Magazine Luiza, ou Magalu, é encontrada na B3 pelo ticker MGLU3. No fim de junho de 2020, as suas ações estavam cotadas em R$ 81,90, com lote padrão nessa data a R$ 8.190.

Portanto, se você quer começar a investir em ações e deseja, por exemplo, se tornar sócio dessas três empresas pelo mercado tradicional, precisa desembolsar pelo menos R$ 19 mil. E, mesmo assim, teria apenas essas três empresas na carteira.

Quer diversificar mais com pouco dinheiro? É aí que entram as ações fracionadas.

Como funcionam as ações fracionadas?

Agora que você aprendeu o que é lote lote padrão de ações, percebeu que alguns dele têm preços elevados, certo?

No mercado fracionário, essas ações podem ser compradas sem um lote padrão, ou seja, sem a quantidade mínima de 100. Isso significa que você pode comprar, por exemplo, 1 ação, ou 99 ações. Isso é a ação fracionada. 

A única diferença da ação fracionada para o lote padrão é que a ação fracionada possui a letra F ao lado do código padrão. LREN3 vira LREN3F, por exemplo.

Além de tornar a compra de ações mais acessível a outros investidores, as ações fracionadas dão mais liquidez ao mercado. Essa opção também desmistifica que somente quem tem muito dinheiro pode investir na Bolsa.

Com organização, visão de longo prazo, planejamento financeiro e estudo, qualquer pessoa pode comprar ações e se tornar sócio de uma empresa.

Se você está querendo perder o medo da renda variável e aprender como investir na Bolsa, o mercado fracionário pode ser uma boa estratégia. Além de essa ser uma oportunidade de diversificação dos investimentos da sua carteira.  

Porém, também há alguns cuidados que precisa tomar, como as taxas. Vamos entender sobre isso logo à frente.

Está gostando deste artigo? Assine a Warren Pills e fique por dentro das principais notícias do mercado financeiro!

Como comprar uma ação fracionada na prática?

Veja como comprar uma ação fracionada, ilustração

Aprender como comprar ação fracionada é bem simples, mas você também precisa ter conta em uma corretora e aprender a usar uma plataforma chamada de Home Broker.

Veja, na prática, como comprar ações fracionadas em um passo a passo simplificado.

Abra a sua conta em uma corretora de valores

Assim como as ações de lote padrão e demais ativos da Bolsa, você precisa ter uma conta em uma corretora para comprar e vender essas ações.

Essa instituição é responsável por ser a ponto de comunicação entre a Bolsa de Valores e os investidores.

As corretoras oferecem sistemas e plataformas para que você negocie não apenas ações fracionadas ou o lote padrão, mas também outros ativos, como opções e contratos futuros.

Ao pesquisar por uma corretora, vale a pena ficar atento a preços, funcionalidades e histórico de desempenho da corretora, além das avaliações dos clientes.

Aprenda a utilizar o home broker

Home broker é uma plataforma das corretoras utilizada para a negociação de ações e dos demais ativos negociados na Bolsa de Valores, como derivativos e fundos imobiliários.

Será por meio do home broker da sua corretora que você enviará as ordens de compra e de venda da ação fracionada.

É importante se habituar ao home broker e entender todas as suas telas, além da organização da plataforma, encontrando dados como ordens emitidas, ordens em aberto, saldo em conta, extrato e outras informações relevantes.

Geralmente, você não paga para utilizar essa ferramenta, mas as operações de compra e de venda costumam ser taxadas pelas taxas de corretagem, que variam conforme a corretora.

A Warren está prestes a lançar a Warren 3.0. Essa atualização terá o home broker, para que você negocie ações diretamente na nossa plataforma. E o melhor de tudo: sem pagar nada em corretagens.

LEIA MAIS | Corretora taxa zero: saiba tudo e tire as suas dúvidas

Escolha as ações na quais investirá

Com a sua conta aberta em uma corretora e já familiarizado com o home broker, é o momento de escolher as ações fracionadas.

A Warren sempre sugere que a sua estratégia para escolher ativos seja de longo prazo. Nas ações, não é diferente.

Ao focar em longo prazo, você consegue gerenciar os riscos e ter melhores potenciais de retorno, principalmente no mercado acionário, que possui uma grande volatilidade no curto prazo.

Entre as estratégias de longo prazo no mercado de ações para montar a sua carteira, duas se destacam: o value investing e o buy and hold.

Value investing é uma estratégia na qual o valor prevalece sobre o preço. Adotada por Warren Buffett, essa técnica consiste em identificar boas ações negociadas a preços descontados. Assim, você compra ações com uma margem de segurança, o que aumenta as suas chances de lucrar no futuro.

Já o buy and hold segue a mesma linha: comprar ações e ficar com elas por anos, às vezes, mais de 10, 20 ou 30 anos. A ideia é comprar de forma recorrente ações de empresas com bons históricos e perspectivas de crescimento — aspectos identificados por meio da análise fundamentalista — e manter essa estratégia por muito tempo, para obter uma valorização expressiva com a cota das ações ou com a distribuição de dividendos.

Selecione as ações fracionadas

Como saber se uma ação é fracionada? 

Basta identificar se há um F, ou colocá-lo no final do ticker — que é o código utilizado para encontrar e comprar ações.

Por exemplo, o lote padrão de ações da Magazine Luiza é MGLU3, e a fracionada é MGLU3F.

Confira outros lotes de ações fracionadas:

Ticker do lote padrão  Ticker ação fracionada
PETR3 (Petrobras)PETR3F
USIM3 (Usiminas)USIM3F
LREN3 (Lojas Renner)LREN3F
BBDC3 (Banco Bradesco)BBDC3F
ITUB3ITUB3F

Dúvidas comuns sobre as ações fracionadas

Além de saber o que é ação fracionada, é comum que os investidores que estão entrando no mercado fracionário tenham algumas dúvidas. Separamos e explicamos aquelas mais frequentes.

Como é a corretagem das ações fracionadas?

A taxa de corretagem é um percentual cobrado nas operações de compra e venda de ativos negociados na Bolsa e processadas no home broker da sua corretora.  

Esse valor varia muito de corretora para corretora. Normalmente, as instituições têm um valor fixo para essas operações, independentemente do valor da transação.

Para as ações fracionadas, o valor da taxa de corretagem também depende da política de cada corretora. Algumas seguem o mesmo valor dos lotes padrões, mas outras aplicam preços diferentes.

A taxa de corretagem é um detalhe que merece a sua atenção, porque, quanto maior a taxa de corretagem, menor será a quantidade de ações que você conseguirá comprar com o mesmo dinheiro. Para quem deseja diversificar os investimentos no mercado de ações, esse é um fator extremamente relevante. 

Suponha, por exemplo, que uma corretora cobre R$ 15 de taxa de corretagem, e você tenha uma carteira teórica de ações com 15 empresas, que pretende comprar todos os meses. Você consegue separar R$ 1 mil do seu salário para aportar todos os meses.

Então, ao comprar R$ 1 mil em 15 ações todos os meses, você estará pagando, apenas de corretagem, R$ 225 por mês, ou 22,5% do seu aporte. Em um ano, se você aportar todos os meses, são R$ 2,7 mil que vão pelo ralo.

Fica completamente inviável diversificar dessa maneira, concorda? Apenas para compensar os custos de corretagem, sua carteira de ações precisaria valorizar 22,5% ao ano. 

Ao investir em uma corretora que não cobra taxa de corretagem, esse custo deixa de existir e você pode diversificar sua carteira como bem entender, sem ter medo de sacrificar os ganhos. 

Aqui, vale lembrar que na Warren 3.0 não haverá taxa de corretagem para as suas operações. 

Ações fracionadas dão direito a dividendos?

Quando você compra ações de uma empresa, passa a ser um dos donos, ou seja: um sócio, acionista.

Como dono, você passa a ter o direito de receber uma porcentagem do lucro líquido da empresa. O percentual dependerá da quantidade de ações em sua posse e do tipo de ação — preferencial ou ordinária. Essa distribuição dos lucros é feita por meio dos dividendos.

Esse é um dos principais atrativos para quem deseja viver de renda. Mas, afinal, ações fracionadas dão direito a dividendos? A resposta é simples: sim

A única coisa que muda em relação às ações de lote padrão é o percentual recebido de dividendos, já que o pagamento desses lucros depende da quantidade de papéis que você tem e será proporcional a sua quantidade ações.

É possível alugar ações fracionadas?

Alugar ações é uma prática conhecida no mercado acionário, principalmente para quem foca no longo prazo. Aqui, o doador (o acionista dono das ações) aluga para o tomador, com prazo, garantia e remuneração especificadas.

Basicamente, funciona da mesma maneira de um aluguel de uma casa ou de algum equipamento.

Alugar ações é uma estratégia utilizada por alguns investidores para aumentar a renda passiva da sua carteira no longo prazo. 

Essa prática também pode acontecer no mercado fracionário. Isto é, você pode alugar ações fracionadas, da mesma maneira que alguém aluga os lotes inteiros.

Ações fracionadas têm liquidez?

Depende. Normalmente, a liquidez da ação fracionada é um pouco menor quando comparada a um lote padrão, pois, em alguns casos, há menos oferta e demanda por essas ações.

Um dos motivos para a menor liquidez é o fato de o mercado financeiro possuir muitos investidores institucionais com uma enorme quantia sob gestão.

Por isso, a demanda pelo lote padrão tende a ser maior, pois facilita a negociação entre os grandes investidores e empresas.

No entanto, isso não é regra. Essa liquidez pode variar conforme o interesse dos investidores e as características de cada empresa.

Mas fique tranquilo: a liquidez das ações fracionadas não vai representar um problema quando você compra ações de empresas tradicionais. Agora, se você busca microcaps que quase não são negociadas diariamente, a liquidez pode ser um problema. 

Como vimos, a ação fracionada é uma alternativa interessante para quem está entrando na Bolsa de Valores e para quem deseja diversificar a carteira de ações a um custo baixo.

Quer investir em ações sem taxa de corretagem? Conheça o Warren 3.0 e traga seus investimentos para a Warren!

Se você gostou deste conteúdo, talvez também se interesse por:

abra sua conta trade warren