Efeito Dunning-Kruger: será que você sabe tanto quanto imagina?

O efeito Dunning-Kruger é um viés cognitivo que leva as pessoas que têm pouco conhecimento sobre um assunto a supervalorizar o próprio conhecimento, enquanto os experts no tema subestimam a própria capacidade.

Muito comum no mercado financeiro, o efeito Dunning-Kruger atinge investidores de todos os perfis e de todas as idades.

Neste artigo, você vai entender como ele surgiu e como se proteger dele. Boa leitura!

O que é o efeito Dunning-Kruger?

O que é o efeito Dunning-Kruger, ilustração

O efeito Dunning-Kruger é o nome dado a um fenômeno que certamente você já presenciou no dia a dia: quando alguém sabe pouco sobre um assunto, já se julga especialista. Enquanto isso, os especialistas de fato reconhecem que o tema é muito mais complexo do que supunham inicialmente.

Só sei que nada sei”. Essa frase foi legada ao mundo por Platão e atribuída ao grande filósofo grego Sócrates. 

É um paradoxo socrático que demonstra que quanto mais sabemos de um assunto, maior a consciência de quanto nos falta saber, ou qual o tamanho da nossa ignorância.

Os psicólogos americanos David Alan Dunning e Justin Kruger, em um célebre estudo de 1999, demonstraram que pessoas com baixa habilidade em uma tarefa tendem a superestimar suas competências em questão. 

Já pessoas com alta habilidade na mesma área tendem a subestimar seu mérito.

Esse viés cognitivo ficou conhecido pelo nome dos autores do estudo – efeito Dunning-Kruger

Banner planilha 1

Como o efeito Dunning-Kruger se manifesta?

Segundo os autores, quando alguém tem pouco conhecimento sobre um dado problema complexo, tende a criar uma superioridade ilusória decorrente da incapacidade de reconhecer toda a complexidade envolvida. 

Esse erro é chamado de erro de calibração do incompetente, que leva pessoas com baixo desempenho em uma tarefa a autoavaliações infladas.

Já quem tem alta habilidade em uma questão complexa subestima sua própria habilidade. 

Isso é chamado de erro de calibração do altamente competente, um erro originado da dificuldade que essas pessoas têm em julgar a habilidade dos outros.

Inicialmente a pessoa não tem nenhuma ideia do assunto, porém logo que começa a entender, acha que já domina. 

Lentamente ela se dá conta de que tem muito mais questões envolvidas e sente que nunca vai esgotar o tema. 

É aqui que muitas pessoas desistem de continuar seu desenvolvimento. Aquelas que têm perseverança aos poucos vão obtendo o domínio, porém o conhecimento traz a certeza de que nunca saberão tudo. 

Vem daí o paradoxo socrático, só sei que nada sei. A figura abaixo ilustra o caminho da autoavaliação do aprendizado:

Porém é importante prestar atenção no que os psicólogos afirmaram: não é que as pessoas com baixo conhecimento em um dado assunto se achem melhores do que os experts. 

O que Dunning e Kruger demonstraram é que pessoas com baixa performance em um teste de desempenho se julgam muito mais exitosas do que de fato são e que os experts se julgam menos bem-sucedidos do que de fato são. 

O gráfico abaixo ilustra o efeito:

LEIA TAMBÉM | Excesso de confiança: como se proteger contra esse perigoso viés cognitivo 

O efeito Dunning-Kruger no mercado financeiro

O efeito Dunning-Kruger no mercado financeiro, ilustração

Infelizmente o mercado financeiro é um campo extremamente propício para o efeito Dunning-Kruger. 

No início, muitos acreditam que é algo complicado e que não está ao alcance de pessoas comuns. É a fase do “não entendo nada”. 

Mas quem consegue dar o primeiro passo descobre que investir é bastante simples. 

Como as regras básicas do mercado são mesmo simples, o espaço entre o “não tenho a menor ideia do que é isso” para o “eu sei tudo” é extremamente rápido. 

É quase como aprender a jogar xadrez: se pode rapidamente ensinar a uma criança os movimentos das peças do jogo, porém formar um enxadrista campeão é bastante difícil. 

Segundo algumas opiniões, é até impossível, já que se acredita que um verdadeiro enxadrista já nasce com esse dom.

Da mesma forma, há quem acredite que grandes gestores e especuladores já nascem com o verdadeiro dom para a atividade. 

Isso não significa que pessoas sem o talento inato não podem obter sucesso. 

Se é dificílimo alguém ter uma habilidade superior, capaz de vencer o mercado, empatar o jogo é extremamente simples.

Talvez por isso um dos mais brilhantes investidores da história, Warren Buffett, recomende que as pessoas invistam em fundos negociados em Bolsa, os ETFs, que não buscam ganhar acima do mercado, mas empatar com ele.

Daí vem uma das mais importantes lições incansavelmente repetidas pelos experts: a diversificação é o único almoço gratuito do mercado. 

Se julgar um expert quando apenas aprendemos as regras básicas do jogo pode custar muito caro, porque você se julga muito mais experiente e competente do que realmente é, e acaba correndo riscos desnecessários com o seu patrimônio.

Ao longo da minha trajetória, não foi um nem dois casos desse tipo que presenciei. Foram pelo menos algumas dezenas. 

Na Warren, você pode se livrar do efeito Dunning-Kruger ao criar carteiras para cada objetivo de vida. O time de asset allocation da Warren sugere os melhores investimentos com base no seu perfil, e você tem a garantia de que o dinheiro está rendendo rumo aos seus objetivos. 

Quer começar? Abra sua conta e invista em minutos.

Se você gostou do artigo, talvez também se interesse por: