Maiores empresas de games do mundo: quais são e como investir

As maiores empresas de games do mundo são responsáveis por movimentar uma indústria bilionária e com escala global. Você talvez não seja um gamer, mas com certeza já teve contato com algum jogo durante sua vida e provavelmente conhece alguém que é apaixonado por esse universo.

O que você talvez nunca tenha imaginado é que, um dia, essas empresas fariam parte da sua estratégia de investimentos. Para quem está de olho em aplicações na renda variável, as ações das maiores empresas de games do mundo têm sido uma boa jogada — com o perdão do trocadilho.

A indústria de jogos já é a maior do mundo do entretenimento, movimentando mais de US$ 120 bilhões em 2019, segundo relatório da SuperData.

Isso já representa mais de ⅛ do faturamento da enorme indústria de aviação, que, segundo a IATA teve um faturamento estimado de US$ 885 bilhões no mesmo ano.

A diferença é que os produtos e serviços das empresas de games podem ser consumidos de qualquer lugar do mundo, por, basicamente, todas as idades. Trata-se de um segmento em franca expansão, que está descobrindo, a cada dia, novas fontes de receita.

Microsoft, Sony, Apple e Nintendo, por exemplo, são empresas que respiram tecnologia e estão batendo recordes nas principais Bolsas de Valores. Para você ter uma ideia, a empresa Take-Two Interactive cresceu mais de 1200% desde o IPO, em 2010.

Mas, afinal, quais são as maiores empresas de games do mundo e como investir nelas?

Preparamos um conteúdo para que você desvende esse mercado e descubra como investir nas empresas de games. Além do ranking com as maiores empresas degames do mundo, vamos passar pelos seguintes tópicos:

  • O que é uma empresa de game
  • Indústria de games em franco crescimento
  • Maiores empresas de games do mundo
  • Empresas que geram mais receita por meio de games
  • Por que investir em empresas de games
  • Como investir em empresas de games

Vamos lá? Aperte o play para começar.

O que é uma empresa de games

Afinal, o que é uma empresa de games, ilustração

Para saber quais são as maiores empresas de games do mundo, é importante entender, primeiramente, com o que elas trabalham. São negócios que desenvolvem consoles, plataformas e jogos, dentre outras tecnologias. Sem falar, é claro, de serviços e soluções relacionados ao mercado.

Apenas para você entender como a área de desenvolvimento é ampla, vale lembrar que as plataformas de jogos podem ser programadas para:

  • Mobile, para jogos em smartphones e tablets;
  • Computadores;
  • Consoles, seja de conexão com a televisão, seja minigames;
  • Realidade Virtual (RV).

Na área de desenvolvimento, ainda temos plataformas de vídeo, canais no Youtube, eventos, marketing e outros negócios que só existem e sobrevivem por causa dos games.

A seguir, vamos avançar um pouco pelo universo dos games. Lembra das fases do Mario Bros? Em cada etapa, vamos entender um segmento novo.

E-sports

É impossível falar de games na atualidade sem citar os campeonatos de jogos eletrônicos. Os e-sports são competições profissionais ou semiprofissionais organizadas em formato de torneio ou liga.

As premiações vão das mais simbólicas, como títulos de campeão por categoria, até grandes cifras para os jogadores profissionais, que, aliás, têm patrocinadores de renome e equipes profissionais, como é o caso do Flamengo eSports e da Vivo Keyd.

A Major League Gaming (MLG), por exemplo, é transmitida pela ESPN e já supera a audiência de alguns jogos da NBA, a liga profissional de basquete nos Estados Unidos.

Plataformas de streaming

Como mencionamos, a indústria é ampla e sua demanda gera novos negócios em diferentes níveis da cadeia.

Um desses negócios de sucesso são as plataformas para transmissão de jogos em tempo real, os streamings.

Neles, um jogador transmite sua partida em tempo real enquanto interage com quem está assistindo e, para fazer isso, ganha uma parte das publicidades do canal.

A plataforma mais famosa na atualidade é a Twitch, mas Facebook Gaming, Caffeine TV e YouTube Gaming também têm públicos fiéis.

Games Publishers

As publishers estão entre as maiores empresas de games do mundo por motivos óbvios: elas financiam, desenvolvem, fazem o marketing e a distribuição de jogos.

Grandes empresas trabalham com o modelo de games publishers, assim como iniciativas que permitem que negócios e empreendedores menores usem esse canal para promoverem seus jogos.

Um dos exemplos mais conhecidos no mercado, sem dúvidas, é a Tencent, um conglomerado multinacional chinês fundado em 1998.

Dentre suas áreas de atuação, está a publicação de jogos. Ela detém desenvolvedoras de jogos como Epic Games, Miniclip e Riot Games, seja de forma parcial ou integral.

Provavelmente você já deve ter visto algum desses nomes em jogos no seu smartphone, mas, se essa não é a sua praia, pergunte aos seus conhecidos se eles já ouviram falar em League of Legends e Clash of Clans. Adivinhe? Também são da Tencent.

O mercado de jogos é muito amplo, por isso, é comum que as maiores empresas de game do mundo também estejam relacionadas à tecnologia da comunicação. Assim como a Tencent, quem atua nesse mercado é a Sony.

Mas, afinal, o que faz essa indústria crescer tão exponencialmente? Algum cogumelo mágico cheio de superpoderes que faz o Super Mario crescer?

Indústria de games em franco crescimento

A indústria de games está crescendo e passando suas fases muito rapidamente. O relatório da SuperData confirma isso em números.

As plataformas mobile arrecadaram US$ 64,4 bilhões em 2019, seguidas pelas plataformas para PCs com US$ 29,6 bilhões embolsados. Os consoles, em terceiro lugar, somaram aos seus cofres US$ 15,4 bilhões.

Mundialmente, uma parte da indústria games, a de fabricantes de console, foi avaliada US$ 26,81 bilhões em 2018 e, de acordo com a Global Console Games Market Projections to 2030, valerá US$ 31,49 bilhões em 2030.

Vale lembrar que, na atualidade, existem duas formas de jogos, os multi platform, que podem ser jogados em diferentes hardwares, como computadores e consoles, e os cross platform que levam essa versatilidade além, garantindo que os jogadores possam interagir uns com os outros, independentemente de qual videogame utilizam.

Números da pesquisa SuperData mostram um crescimento de 4% da indústria em 2019, assim como fazem uma projeção do aumento do número de pessoas que jogam video game para 2,7 bilhões até 2021. Você faz parte dessa estatística?

Para superar as projeções e considerando a ampliação que as cross platform vão proporcionar, um dos objetivos das maiores empresas de games do mundo é focar na experiência do jogo.

Com isso, o fomento da concorrência entre as fabricantes de videogames e demais hardwares de games estará garantido, concorda?

E aqui no Brasil, quais são as perspectivas para a indústria de games? Será que ainda estamos na primeira fase, ou já estamos avançando?

Indústria de games no Brasil

O II Censo da Indústria de Jogos Digitais realizado pelo Ministério da Cultura do Brasil mostra que o número de empresas especializadas no setor cresceu de 142 para 375 entre 2014 e 2018.

O estudo também mostra o crescimento na produção de jogos no país, sendo que nos últimos dois anos do estudo, 1718 games foram lançados por empresas brasileiras, sendo:

  • 43% deles para smartphone;
  • 24% para computadores;
  • 10% para realidade virtual;
  • 5% para consoles.

A produção ficou dividida em 874 jogos educativos e 785 para entretenimento.

De acordo com os números da consultoria Newzoo, o Brasil é o décimo terceiro mercado de jogos e o líder na América Latina.

Segundo o levantamento, o Brasil 75,7 milhões de jogadores e, pelo menos 83% deles já compraram itens virtuais em seus jogos.

É indiscutível que, além de crescente, a indústria de games tem muito potencial de ganhos, inclusive para os investidores, certo?

Então, vejamos a seguir quais empresas manter no seu radar de investimentos.

Maiores empresas de games do mundo

Conheça as maiores empresas de games do mundo, ilustração

Se você gosta desse universo dos games, provavelmente já tem familiaridade com o nome dos principais players do mercado. Outras são conglomerados que fazem parte do cotidiano da maioria das pessoas.

Seja qual for o caso, vale a pena conhecer quais são as maiores empresas de games do mundo, afinal, é premissa para todo bom investidor acompanhar as novidades do mercado financeiro, concorda?

Para ajudar nessa missão, vale a pena assinar a Warren Pills, uma newsletter que compila o mercado de forma inteligente e estratégica.

Abaixo, você confere a lista das maiores empresas de games do mundo, de acordo com levantamento da Newzoo, levando em consideração apenas a receita gerada por meio dos games, sem considerar hardwares e outros tipos de receita. 

Confira o ranking das dez maiores.

1. Tencent

Como já adiantamos, a Tencent é um conglomerado chinês considerada por muitos a maior empresa de games do mundo.

Além de sua lista sem fim de jogos, também é a detentora de redes sociais (ex: WeChat), pagamento móvel TenPay e muito mais. A receita com games em 2019 foi de US$ 5,22 bilhões.

2. Sony

A Sony Corporation é um conglomerado japonês responsável, dentre outros produtos e serviços, pelo console Playstation, lançado em novembro de 1994. A receita em 2019 com games foi de US$ 3,87 bilhões.

3. Apple

Com forte presença nas plataformas de games para mobile, a gigante Apple faturou quase US$ 3 bilhões de dólares com games em 2019.

Lançado em setembro de 2019, o Apple Arcade é mais uma das soluções da empresa. Trata-se de um serviço de assinatura que o usuário tem acesso a uma lista de jogos especiais e exclusivos.

4. Microsoft

A Microsoft é a desenvolvedora do Xbox, um dos consoles mais famosos e usados pelos jogadores. Em 2019, a empresa faturou pouco mais de US$ 2,8 bilhões de dólares com suas soluções para games.

5. Nintendo

Desenvolvedora e publicadora de jogos, a Nintendo é a responsável por outra família de consoles muito famosa e de mesmo nome.

Foi criada em 1889, quando seu foco ainda era a produção artesanal de baralhos japoneses. Em 2019, teve uma receita de quase US$ 2,3 bilhões até o final do ano.

6. Google

O Google também uma série de jogos e soluções relacionadas a indústria de games. É o caso do Google Play Games, que pode ser usado para jogar e/ou fazer streamings.

Já o Google for games é uma plataforma para empresas e desenvolvedores que desejam lançar seus próprios jogos. Em 2019, a empresa faturou US$ 1,87 bilhão.

7. Activision Blizzard

Fruto da fusão de grandes duas desenvolvedoras, a Activision Blizzard é uma empresa americana responsável pelo jogo Call of Duty, um dos títulos com muito apelo para e-sports no mundo todo.

8. NetEase

Outra empresa chinesa que merece destaque, a NetEase foi fundada em 1997 e é responsável por títulos como Marvel Super War, Knives Out e outros.

9. Electronic Arts

A Electronic Arts é responsável pelo jogo FIFA 20, que tem milhares de jogadores apaixonados, inclusive muitos famosos que fazem competições entre si.

Seus jogos são cross platform, ou seja, podem ser jogados em diferentes consoles, PC e até mesmo, no mobile.

10. Take-two Interactive

O IPO da Take-two Interactive foi em 1997. A multinacional americana é publisher, desenvolvedora e distribuidora de videogames e seus gadgets. Entre as desenvolvedoras, fazem parte da Take-two a Rockstar Games e 2K Games.

Para mostrar o faturamento dessas empresas, vejamos uma lista com as 20 principais empresas da indústria de games e seus faturamentos em 2019.

PosiçãoEmpresaReceita
1TencentUS$ 5,22 bilhões
2SonyUS$ 3,87 bilhões
3AppleUS$ 2,88 bilhões
4MicrosoftUS$ 2,83 bilhões
5NintendoUS$ 2,28 bilhões
6GoogleUS$ 1,87 bilhão
7Activision BlizzardUS$ 1,74 bilhão 
8NetEaseUS$ 1,66 bilhão
9Electronic ArtsUS$ 1,59 bilhão
10Take-two InteractiveUS$ 930 milhões
11Bandai Namco EntertainmentUS$ 721 milhões
12Warner Bros. EntertainmentUS$ 565 milhões
1337 InteractiveUS$ 526 milhões
14UbisoftUS$ 510 milhões
15Century HuatongUS$ 478 milhões
16NetmarbleUS$ 478 milhões
17Square EnixUS$ 470 milhões
18NexonUS$ 450 milhões
19NCSoftUS$ 424 milhões
20Sea GroupUS$ 404 milhões

Por que investir em empresas de games

Usando a análise fundamentalista, é importante avaliar o potencial de crescimento da indústria de games, certo? Vamos dar 3 motivos para as ações de empresas de jogos estarem na sua estratégia de investimentos para os próximos anos. 

Note que não é uma recomendação de investimento, porque, para isso, seria necessário entender o seu perfil de investidor e os seus objetivos. Aqui, apresentamos apenas motivos pelos quais você deve ficar atento a esse universo. 

1. Lançamentos e relançamentos de consoles

Os lançamentos de consoles do Playstation (PS5) e Xbox programados para 2020 vêm acompanhados do relançamento da velha-guarda como o Atari, Polymega e Evercade.

Enquanto isso, Apple e Google soltaram releases de seus games de plataformas de streaming baseadas na nuvem.

2. Fortalecimento dos e-sports

De acordo com números da Newzoo, o público dos e-sports em 2018 foi de 380 milhões de pessoas espalhadas pelo mundo e, em 2021, devem ultrapassar a casa dos 557 milhões de espectadores.

Espectadores consomem, jogam e são alvo de campanhas publicitárias. Assim, quanto mais eventos acontecerem, maior a demanda e a receita, certo?

3. Crescimento dos consumidores

As empresas de games não têm motivos para desacelerar. Muito pelo contrário: elas estão, cada vez mais, buscando capital na Bolsa de Valores para atender a demanda crescente por investimentos.

Não é por acaso que, em 2019, as empresas de games listadas nas bolsas internacionais superaram o S&P 500 com um retorno de mais de 40%, no mesmo patamar das gigantes da tecnologia, que bateram algo em torno de 47% do indicador.

Vale dizer que, com a pandemia e a necessidade de isolamento, os jogos e streamings foram alguns dos principais entretenimento das famílias e, não por acaso, alguns diretores da Netflix já relataram que os games são seus verdadeiros e mais fortes concorrentes.

Como investir em empresas de games

Veja como investir em empresas de games, ilustração

Se você está em busca de bons ativos para fazer a diversificação da sua carteira e procura por fundos de investimento com ações de empresas de games, a Warren tem a solução perfeita.

Recém-anunciado, o Warren Games reúne os melhores ativos de uma das indústrias mais aquecidas dos últimos tempos, com a seleção dos gestores especialistas da Warren. 

Que tal ser sócio de empresas como a Nintendo, Blizzard e Sony com uma gestão ativa, sem cobrança de taxa de administração, performance ou rebate?

A composição do fundo é 100% em empresas estrangeiras, boa parte das que listamos aqui. Tem interesse? Conheça os detalhes do fundo e inscreva-se na pré-lista para evoluir com as maiores empresas de games do mundo.