Maiores investidores do Brasil: descubra quem são e inspire-se

Engana-se quem pensa que os maiores investidores do Brasil já nasceram ricos. Na verdade, boa parte dos mais influentes brasileiros do mercado financeiro não tiveram uma infância de luxo e construíram seu patrimônio milionário por meio dos investimentos.

Por mais que alguns desses investidores venham de famílias com posses, a maior parte do patrimônio foi obtida a partir do investimento em empresas, aplicações na Bolsa de Valores e muito estudo. 

A lição que fica é de que não é necessário ser descendente de uma família rica para ascender por meio no mercado financeiro.

Mas como fazer isso?

Paciência e foco no longo prazo são algumas das principais lições, mas tudo começa por um bom planejamento financeiro

Isso significa definir os seus objetivos e ter muita disciplina para colocar na balança o que é realmente importante: construir o seu patrimônio com o trabalho e potencializar os ganhos com aplicações financeiras. 

Nós analisamos a trajetória de alguns dos maiores investidores do Brasil e temos certeza que você vai encontrar vários insights inspiradores.

Para se inspirar em histórias de superação e sucesso, continue a leitura!

Luiz Barsi Filho

Investidor Luiz Barci,foto

A nossa lista de maiores investidores do Brasil não poderia começar com outro nome. Luiz Barsi saiu do zero e se tornou um dos maiores investidores individuais da Bolsa de Valores. 

Ele nasceu em 1939 e, quando ainda era criança, engraxava sapatos para ajudar a mãe nas despesas de casa.

Mais tarde, durante a década de 60, Barsi começou a trabalhar em uma corretora e, mesmo passando por algumas dificuldades financeiras, sempre investia o que sobrava do seu salário em ações da Bolsa de Valores.

Com isso, passou a aumentar o seu patrimônio, comprou outras ações e começou a estudar sobre como investir na Bolsa de forma mais inteligente, utilizando sempre a análise fundamentalista

Atualmente, além de maior investidor pessoa física da Bolsa, ele é Consultor Econômico Financeiro, formado em Estrutura e Análise de Balanços, Economia e em Direito.

De engraxate a um dos mais influentes investidores — viu como é possível começar a investir com pouco dinheiro?

Lírio Parisotto

Você desiste no primeiro obstáculo? Lírio Parisotto, não. Ele é um ex-agricultor que sofreu dois grandes fracassos. O primeiro deles foi em sua primeira compra de ações em 1971. Achando que iria dobrar o seu dinheiro em poucos meses, acabou perdendo uma quantia considerável.

Depois, em 1986, Parisotto tinha uma empresa de eletrodomésticos e investiu parte do capital de giro dela. Porém, dois anos mais tarde precisou do dinheiro e perdeu 40% do seu investimento.

A partir dessas frustradas e precipitadas decisões, Lírio começou a estudar sobre o mercado de ações. Com isso, conseguiu identificar as melhores oportunidades e montou uma carteira com 12 empresas.

Ele tem boa parte dessas mesmas ações até hoje, junto com o seu título de um dos maiores investidores do Brasil com um patrimônio estimado em R$ 2,73 bilhões.

Lírio sempre reforça que querer fazer fortunas em curto prazo é perder dinheiro. É melhor investir em empresas que geram lucro com o tempo a buscar ações de companhias que estão se recuperando, com a expectativas de que eles vão se recuperar e valer muito mais.

SAIBA MAIS | Investir em ações no curto prazo: é possível ganhar dinheiro?

Antônio José Carneiro

Antônio José Carneiro é um mineiro bastante discreto, porque pouco se sabe sobre a sua história. A sua vida profissional começou nos anos 60, como caixa no Banco Mercantil. Em 1970 houve o Milagre Brasileiro, que foi quando o nosso PIB acelerou e a inflação baixou, resultando em um grande crescimento econômico.

Para aproveitar as oportunidades, Antônio deixou o cargo de caixa para se tornar operador de pregão na Bolsa de Valores, na unidade do Rio de Janeiro. Com o dinheiro que acumulou em compra de ações, ele fez uma sociedade com Ronaldo Cezar (ex-deputado federal) e comprou a corretora Multiplic.

Em 1993, inaugurou a Losango, que ficou conhecida como a maior financeira do Brasil e a vendeu quando atingiu US$ 1 bilhão. A partir disso, continuou no mercado de ações, principalmente em setores que a sociedade não pode ficar sem, como o de energia elétrica.  

Atualmente, ele é o principal acionista em pessoa física da Energisa e membro do Conselho Federal de Administração.

Luiz Alves Paes de Barros

Nascer rico não quer dizer muita coisa se você não sabe como administrar o seu dinheiro. Um exemplo disso é a família de Luiz Alves Paes de Barros. Ela perdeu grande parte do seu patrimônio por não saber como guardar dinheiro e tomar boas decisões.

Grande parte do patrimônio que ele construiu não veio de sua família rica, mas sim de seus investimentos. Apesar de estar na lista dos homens mais ricos do Brasil, ele leva uma vida bem simples.

A estratégia de investimento que ele mais utiliza é a de comprar ações baratas. Falando de forma simplificada, ele aproveita os cenários de baixa (bear market) para comprar, e realiza lucros em momentos de alta. 

Além disso, em grande parte de suas entrevistas ele deixa claro que os investimentos com foco no longo prazo são o caminho para ter independência financeira. Luiz Alves é muito conhecido no mercado financeiro por ser um dos sócios-fundadores e atual CEO da gestora de fundos de investimentos Alaska.

Victor Adler

Victor Adler está entre os maiores investidores do Brasil porque fez história na Bolsa de Valores. Ele é o carioca por trás das principais ações da empresa Eternit, em conjunto com Barsi e Parisotto.

Também do grupo de discretos com a sua vida pessoal, não se sabe muito sobre a sua infância ou dificuldades que passou. Nos investimentos, o seu principal foco era nas empresas que geram resultados a longo prazo.

Adler ficou muito conhecido após assumir uma importante posição na empresa Oi. Além disso, ele sempre reforçou que a sua preferência é em dividendos e empresas com bom histórico de pagamentos de dividendos.

Outra prática muito utilizada por ele é o aluguel de ações, que se resume em emprestar as ações que você compra a outros investidores com datas definidas para devolução. Em troca, você recebe rendimentos fixos.

SAIBA MAIS | Viver de Dividendos em 2020 — Descubra quanto você precisa

Eufrásia Teixeira

O mercado financeiro não é só para homens. Também há nomes de grandes mulheres na lista de maiores investidores do Brasil. Eufrásia Teixeira é um exemplo disso. Ela foi a primeira brasileira a investir na Bolsa de Valores, lá em 1873.

Eufrásia era filha de barões e comissários de café e aos 21 anos, com a morte de seus pais, ela se viu na responsabilidade de administrar o dinheiro da família. A herança correspondia a 5% do PIB do café daquele ano.

No ano seguinte, em 1873, ela e a irmã mais velha decidiram sair de sua cidade natal, que era o Vale do Paraíba, no Rio de Janeiro, e ir para Paris. Nessa época, as mulheres não podiam frequentar o mercado financeiro, somente os homens.

Com isso, ela precisava ficar em locais e andares separados de onde ocorriam as negociações. Isso não foi um empecilho, pois apesar dessas dificuldades, ela multiplicou o patrimônio da família por meio de diferentes aplicações na Bolsa.

Entre as companhias que ela foi acionista está a Ambev (que na época era a Antárctica Brasil), Banco do Brasil, Banco Mercantil do Rio de Janeiro e companhias ferroviárias, como a Paulista de Estradas de Ferro. Sem deixar herdeiros, ela faleceu em 1930.

SAIBA MAIS | Elas chegaram para ficar: conheça a trajetória de 3 mulheres no mercado financeiro

Jorge Paulo Lemann

Segundo a revista Forbes, Jorge Paulo Lemann é o segundo homem mais rico do Brasil, com um patrimônio estimado em US$ 10,4 bilhões — dados de 2020. Ele é um carioca filho de pais suíços.

Lemann se formou em Harvard no curso de Economia, mudou-se para Genebra onde trabalhou como estagiário em um banco. De volta ao Brasil, ele trabalhou para a financeira Invesco e a corretora Libra.

Em 1971, ele começou a empreender comprando a corretora Garantia, com a parceria de Marcel Telles e Carlos Alberto Sicupira. A partir daí, Lemann não parou mais. Adquiriu as Lojas Americanas, a cervejaria Brahma, a Companhia Antarctica e fundou a GP Investimentos.

Em 2003, vendeu a GP e fundou a 3G Capital, que é responsável pela rede Burger King, Heinz, AB Inbev e Tim Holtz. Além disso, a 3G tem sede no Rio de Janeiro e em Nova York.

As duas grandes lições dos maiores investidores do Brasil

Aprender com os erros e acertos de outros pode tornar o seu caminho um pouco mais fácil. Podemos tirar muita inspiração dos maiores investidores do Brasil, já que suas estratégias os tornaram bilionários.  

Podemos perceber duas coisas em comuns entre eles

  1. Objetivos de longo prazo
  2. Investimento em ações 

Sabemos que há investimentos de renda variável para quem deseja viver de renda, porém quanto mais tempo o seu dinheiro fica aplicado, melhores tendem a ser os seus resultados, desde que as empresas sejam saudáveis e promissoras.

Lírio nos mostra que é possível, sim, investir com pouco dinheiro, basta saber definir as suas prioridades e economizar. Afinal, mesmo passando por dificuldades, ele começou a comprar ações.

Não importa se eles nasceram em famílias simples ou ricas, as suas fortunas foram construídas por meio de investimentos, algo que ainda não faz parte da cultura do brasileiro.

Além disso, Barsi procura comprar ações quando elas estão em baixa. Ele prioriza empresas que pagam bons dividendos e fica com as ações por vários anos. 

Essa estratégia é chamada de buy and hold e mostra que o melhor caminho para quem deseja  multiplicar o patrimônio conquistado por meio do trabalho no mercado financeiro é, como diz o nosso CEO, Tito Gusmão, enriquecer no longo prazo.

Quando você se torna sócio de boas empresas, a cotação dessas companhias segue o lucro no longo prazo, de forma que você obtém retornos muito maiores do que obteria em títulos de renda fixa — quando falamos em horizontes acima de 10 anos, por exemplo.

SAIBA MAIS | Os três pilares básicos para investir em Renda Variável

Como começar a investir na Warren

Como diria Luiz Barsi Filho, “nunca vi ninguém construir fortunas de maneira rápida, com especulações de elevados riscos”. Na Warren, você pode começar a sua jornada para ter independência financeira.

Você viu que é importante ter objetivos de longo prazo para ter bons retornos. Na Warren, nós te ajudamos a investir em um portfólio diversificado, de acordo com o seu perfil de investidor e os seus objetivos.

A primeira questão que precisa ter em mente é a diversificação de investimentos. Ela é importante para:

  • Aumentar a rentabilidade no longo prazo;
  • Reduzir a exposição a riscos específicos dos ativos;
  • Proteger o seu patrimônio contra a volatilidade;
  • Explorar diferentes ativos e possibilidade de investimento;
  • Ter acesso a mais oportunidades de investimento.

Diversificando seus investimentos na Warren

Quando você começa a investir na Warren, você consegue fazer essa diversificação gastando menos. 

Isso porque nós não cobramos taxa de administração nem de performance nos fundos de investimentos. Assim, conseguirá ter retornos ainda melhores. 

Quer investir em renda variável? Temos fundos de ações brasileiras, americanas e dois destaques: a Warren Equals e a Warren Green.

O Equals é um fundo de ações que escolhe empresas que se posicionam a favor da equidade de gênero. A carteira desse fundo é composta de 80% de ações brasileiras e 20% de ações internacionais, e tem como missão superar alguns dos mais importantes índices, como o MSCI Global.

Já o Warren Green é um fundo formado por ações brasileiras, ações e ETFs internacionais. Todas as empresas desse fundo são companhias sustentáveis, para que você não precise abrir mão de rentabilidade para investir em projetos de responsabilidade social e ambiental. Algumas delas são: Microsoft, Natura, Tesla e Johnson & Johnson.

No entanto, se você busca por investimentos para iniciantes e deseja começar em fundos de renda fixa, para aliar segurança e boa rentabilidade, temos os fundos Warren Renda Fixa Top e o Warren Crédito Privado.

O fundo Renda Fixa Top é indicado para os iniciantes ou investidores conservadores que querem proteger seus investimentos. A missão é entregar rendimento de 100% do CDI e é um dos produtos mais conservadores que os clientes da Warren têm acesso

No Warren Crédito Privado, você adquire cotas de grandes fundos de crédito privado, contando com uma gama de mais de mil empresas com bom histórico de pagamentos. Nessa opção, você estará aplicando em debêntures, CDBs, LCAs e LCIs.  

Comece a investir agora

Depois de conhecer o seu perfil de investidor e os seus objetivos, a Warren faz a sugestão de carteira personalizada para você. Além disso, você conta com uma equipe de gestores e de suporte sempre à disposição para ajudá-lo na sua carteira e nas suas dúvidas.

Se você deseja investir diretamente em ações, não tem problema. Na Warren, você monta a sua carteira de ações com foco no longo prazo sem pagar nada por isso. A Warren é uma corretora taxa zero. Por isso, a corretagem é zero para você comprar ações, ETFs e FIIs.

O que acha de começar a seguir os passos dos maiores investidores do Brasil

Você viu que mesmo com pouco dinheiro e muita disciplina é possível ter os resultados que espera. O importante é começar o quanto antes e fazer o seu dinheiro trabalhar por você no longo prazo.

Ainda não investe na Warren? Faça o seu cadastro gratuito, identifique o seu perfil de investidor e encontre os melhores investimentos para os seus objetivos.

Quer aprender mais sobre o mercado financeiro? Leia também: