BDRs: as respostas para 18 perguntas que você deve estar fazendo

Desde o dia 22 de outubro de 2020, a CVM passou a permitir que todos os investidores tenham acesso a negociação de BDRs na Bolsa Brasileira. Antes restritos a investidores qualificados, com mais de R$ 1 milhão de reais investidos, agora é possível negociar por qualquer valor de investimento inicial.

Mas o que são os BDRs? Quem emite? É seguro? Vale a pena? Como funciona? Como investir em BDRs na Warren?

Essas e muitas outras dúvidas devem estar passando pela sua cabeça neste momento. É exatamente por isso que criamos este texto.

Perguntas e respostas sobre BDRs

Reunimos, aqui, as perguntas que você deve estar se fazendo sobre os BDRs. Acompanhe e tire todas as suas dúvidas.

1. O que é um BDR

BDR é a sigla para Brazilian Depositary Receipts. Na prática, o ativo é um recibo de uma ação negociada nas Bolsas de Valores norte americanas. Ou seja, ao adquirir um BDR do Google, por exemplo, você não tem, na teoria, uma ação da empresa. Na verdade, você está adquirindo um certificado que atesta a posse de um ativo que está em custódia nos Estados Unidos.

2. Qual a diferença entre BDRs e ações?

Veja a diferença entre BDRs e ações, ilustração

Ao comprar um BDR você não é o titular de fato da ação da empresa, você é titular do certificado e não da ação. A diferença é sutil, mas fica mais perceptível se lembrarmos que, no país onde está custodiada a ação que serve de lastro para seu BDR , o titular do ativo é a instituição financeira que emitiu o BDR no Brasil, ou seja, a instituição depositária. 

Cada BDR não necessariamente representa uma ação. O BDR pode representar uma ação de uma empresa estrangeira ou um conjunto de ações. Neste caso, é preciso ficar atento ao fator ou paridade do BDR, que indicará a proporção do ativo. 

Nos EUA, existe o mesmo programa chamado de ADRs. São os American Depositary Receipts e permitem que os americanos invistam em empresas estrangeiras. Inclusive, existem ações brasileiras que os americanos podem acessar, um exemplo é a Petrobras , que disponibiliza ADRs nas bolsas norte-americanas. Com isso, o investidor local pode comprar uma participação na petroleira brasileira. 

3. Quem emite BDRs?

Existem os BDRs patrocinados, que são emitidos pelas próprias empresas que negociam nas bolsas americanas e os não-patrocinados, que são os acessíveis ao público em geral e são emitidos pelo Itaú, Bradesco e B3. 

Essas instituições financeiras são responsáveis por toda operação e pela escrituração do ativo. Quando você compra o BDR no Brasil, a instituição envia o dinheiro para uma corretora americana e compra as ações na bolsa de valores dos Estados Unidos. Os papéis seguirão em custódia lá em nome da instituição e você tem no Brasil o recibo. 

4. É seguro investir em um BDR?

Sim, muito seguro. As instituições autorizadas para a emissão dos BDRs são sólidas e com todo o operacional muito estruturado no Brasil e EUA. 

Além disso, todos os programas de BDRs são fiscalizados pela CVM (Comissão de Valores Mobiliários), um dos maiores órgãos reguladores do mercado financeiro.

E, se um dia você estiver investindo em um BDR, mas a instituição financeira decidir encerrar o programa, ela deve obedecer a uma série de regras que buscam proteger quem adquiriu os certificados. Entre os requisitos, está a venda das ações que servem de lastro e o repasse dos recursos para quem comprou os BDRs . 

5. Quem pode investir em BDRs?

O programa de BDRs não é recente. Começou em 2010 com empresas como Google e Apple. Eram voltados para instituições financeiras, assets e investidores qualificados – aqueles com patrimônio declarado superior a R$ 1 milhão em aplicações financeiras. 

Agora, a CVM liberou para que todos os investidores possam investir em BDRs não-patrocinados listados na B3. E esta mudança vem em um momento onde as taxas de juros baixas tem feito brasileiros procurarem novas soluções de investimento. O número de CPFs na Bolsa Brasileira mais do que dobrou em 2020, em relação a 2019, e a abertura para o mercado externo é mais um passo na linha de dar acesso a mais produtos para compor uma carteira diversificada.  

6. Um BDR paga dividendos? 

Sim, BDRs pagam dividendos. Você não tem diretamente a posse da ação, mas você tem direito a tudo o que ela proporciona, como a distribuição de dividendos.  

Além disso, alguns eventos podem acontecer nas empresas nos EUA e tendem a ser replicados nos BDRs no Brasil, como o desdobramento de ações, que é quando a empresa decide dividir o valor de uma ação para tornar o preço dela mais atrativo para investidores de varejo e aumentar a liquidez da ação. 

Por exemplo: digamos que uma ação está U$ 100 e a empresa decide desdobrar em duas. Com isso, o preço da ação passa a ser U$ 50 e o investidor que tinha uma ação agora tem duas ações. 

Quando isso acontece nos EUA, a instituição depositária no Brasil emitirá novos BDRs correspondente ao desdobramento ocorrido com a ação e distribuirá proporcionalmente entre os donos dos certificados. 

7. O Dólar tem efeito na variação do preço?

Sim. O BDR é o recibo no Brasil de uma empresa listada nos EUA. Portanto, a moeda que essa empresa está sendo negociada é o Dólar e então a variação do preço do BDR no Brasil se dará pelo variação da empresa americana e do Dólar

Por isso, investir em BDRs é diversificar, também, em moeda. É como se mandasse dinheiro para os EUA e comprasse ações diretamente lá. Ao mandar o dinheiro, você está fazendo câmbio e passa a estar exposto a variação do Dólar. Quando compra a ação, está exposto ao Dólar mais a variação da ação. 

Isso pode causar situações como:

a) A ação da empresa está subindo nos EUA e o Dólar subindo frente ao real no Brasil, o que potencializa a valorização do BDR no Brasil. 

b) A ação da empresa está caindo nos EUA e o Dólar caindo frente ao real no Brasil, o que potencializa a queda do BDR no Brasil. 

c) A ação da empresa está caindo nos EUA e o Dólar subindo frente ao real no Brasil, o que pode neutralizar a variação do preço da BDR no Brasil. 

8. Como começar a investir em BDRs?

Aprenda a investir em BDRs agora, ilustração

A primeira etapa é entender por que você quer investir e se de fato isso cabe no seu perfil de risco e objetivos. Um BDR é como uma ação, o que significa que tem altos e baixos e que é recomendada somente para quem tem perfil de investidor adequado para lidar com essa volatilidade e quer investir com pensamento de longo prazo. 

Dito isso, a segunda etapa é você abrir conta em uma corretora que dê acesso aos BDRs. Aqui na Warren, você pode negociar BDRs na aba Trade sem taxa de corretagem e nem de custódia. Ou seja, você não paga absolutamente nada para investir em todas as ações listadas na B3, assim como ETFs, fundos imobiliários e, é claro, BDRs. 

Se você ainda não é cliente Warren, abra sua conta agora. 

A Warren tem taxa zero de corretagem e de custódia. Ou seja, você não paga absolutamente nada para investir em todas as ações listadas na B3, assim como ETFs, fundos imobiliários e, é claro, BDRs. 

Depois de abrir a sua conta, para investir em BDRs você precisa fazer um depósito para a aba Trade. Para fazer isso, você pode transferir diretamente ou movimentar da sua aba Conta. Então basta buscar o BDR do seu interesse, escolher quantos você quer e efetuar a compra.

9. Qual o mínimo para começar?  

Na Warren, não existe um mínimo para investir, o mínimo é o preço de uma ação. Por exemplo, se existe uma ação sendo negociada a R$ 1,00, você pode investir R$ 1,00 nessa ação. 

Então o mínimo a investir em um BDR é o preço de uma ação. Apenas como exemplo: neste momento o BDR do Google (Alphabet) está a R$ 358,00. 

10. Quais empresas posso investir?

São mais de 500 BDRs disponíveis na B3. Entre eles estão: Google, Apple, Facebook, Amazon, EA Sports, McDonald’s, Netflix, Nike, Disney, entre outras.  Você terá acesso às principais empresas globais negociadas nos Estados Unidos. Existem BDRs também de empresas que estão listadas na bolsa americana, mas não são americanas, por exemplo Mercado Livre (Mercado Libre) e Alibaba.

Para encontrar na Warren, você precisa ir para a aba Trade, clicar em “buscar ativo” e escrever o nome da empresa ou o código dela na bolsa. 

Os códigos são formados por 4 letras e o número 34. O ticker faz alusão ao nome da empresa. Como exemplos , podemos citar AAPL34 para a Apple ou FBOK34 para o Facebook . 

11. Como enviar uma ordem?

A experiência de comprar um BDR é idêntica à compra de uma ação brasileira, um ETF ou Fundo Imobiliário na aba Trade da plataforma da Warren: você escolhe a empresa que quer investir, coloca a quantidade de ações que quer comprar e envia a sua ordem. 

No aspecto da quantidade de ações, existe uma diferença muito interessante para BDRs e ações listadas na nossa bolsa. Nas ações da nossa bolsa, como Petrobras e Vale, existem os chamados lote integral (lotes de 100 em 100 ações) e o lote fracionário (negociado de 1 em 1). Nos BDRs, não existe essa divisão. Existe um lote mínimo de negociação que é uma ação e ponto. Isso facilita a negociação e vai ajudar muito o mercado de BDRs a ter mais liquidez

Falando em liquidez, uma curiosidade: há pouco tempo, a liquidez dos BDRs era, sim, pequena. Mas o mercado tem crescido bastante e deve crescer ainda mais com a permissão que investidores de varejo possam acessar. 

Por fim, terminando a explicação sobre o fluxo de ordem e liquidação. Em todas as corretoras, como é o caso da Warren, você precisa ter o valor total em conta na hora da execução da compra, mas a liquidação financeira segue o processo da bolsa que é D+2. Quando você vende um BDR, o dinheiro fica imediatamente à disposição para comprar uma outra ação ou BDR, mas a liquidação da bolsa de fato só ocorre também em D+2, ou seja, o dinheiro fica disponível para resgate somente em dois dias. 

12. Quais custos e impostos?

Na Warren, o custo de corretagem e de custódia é zero, mas existem corretoras que cobram estes dois custos, então é importante ficar atento. Ainda existem os emolumentos e a taxa de liquidação cobradas pela Bolsa (B3). 

Sobre impostos, a tributação sobre ganho de capital (você comprar um ativo hoje e vender em uma data futura por um valor acima do que o papel custou: a diferença entre os valores seria seu lucro) com BDRs é a mesma aplicada ao lucro obtido com ações, ou seja, 15%, com a diferença de que não há isenção até negociação de R$ 20 mil, como ocorre nas ações.

Sobre os dividendos e outros proventos pagos, o governo norte-americano retém 30% do dividendo distribuído nos Estados Unidos e recebido pelos estrangeiros. Além deste imposto, há uma tarifa de 3% a 5% sobre o dividendo cobrada pela instituição responsável pelo BDR aqui no Brasil.

Vale lembrar que esse custo é apenas sobre o dividendo, não em cima do preço do BDR. Além disso, temos ainda um desconto de 0,38 % de IOF .

13. Posso alugar BDRs?

Assim como com  ações, você também pode alugar seus BDRs. Quem acredita na queda do ativo, precisa alugá-lo e vendê-lo. Mais tarde, ele tentará comprar o ativo (para devolver o aluguel) a um preço mais barato, lucrando a diferença. Quem alugou o ativo, ganha uma comissão que varia de acordo com o tempo do empréstimo. 

Lembrando que operações como esta só podem ser feitas em plataformas de home broker e é indicada para investidores mais experientes. Na Warren você ainda não pode realizar operações como esta, ainda, mas esta função será liberada na plataforma em breve.

14. Qual horário de negociacao?

O BDR é um ativo negociado no Brasil e, por isso, a compra e venda do recibo é feita durante a sessão do chamado mercado à vista da B3, das 10h às 17h.  

Os BDRs não podem ser operados no After Market, que é um período adicional de negociação de ações na B3. Normalmente , entre 17h30 e 18h é possível negociar ativos listados no índice Ibovespa seguindo algumas regras específicas para o período . 

15. Qual as diferenças de investir em um BDR no Brasil ou diretamente na empresa nos EUA?

Para investir diretamente nos EUA você precisa abrir conta em uma corretora americana que opere nas bolsas de valores dos Estados Unidos. Um processo mais complicado do que abrir uma conta em uma corretora no Brasil. 

Depois da conta aberta, você precisa fazer uma remessa de câmbio para os EUA e ter atenção com a declaração do Imposto de Renda, o que costuma gerar certa complexidade. 

16. Por que pode ser bom investir em BDRs?

A diversificação da carteira é sempre importante e é algo que reforçamos com frequência nos nossos conteúdos. E, neste sentido, o BDR aparece como um ótimo produto para diversificar. 

E essa diversificação não apenas se dá porque você tem acesso a mais empresas mas, também, a  setores que não existem ou que são mais fracos no Brasil em relação a outros mercados, como tecnologia, por exemplo. 

Além disso, em 2020, com a pandemia do coronavírus, a diversificação se mostrou ainda mais importante. As ações na Bolsa Brasileira sofreram mais do que as americanas. E isso fica nítido ao olharmos a variação do Índice de BDRs Não Patrocinados – GLOBAL que registrava, até a segunda quinzena de agosto de 2020, um avanço superior a 45% enquanto nosso Ibovespa amargava uma queda de 20%. 

Também é importante mencionar, novamente, o fator câmbio. Ao investir em um BDR você está expondo seu capital ao Dólar, o que pode ser mais um fator de diversificação da sua carteira.  

Entrando no detalhe da performance, cito, abaixo, a variação de alguns dos BDRs mais negociados na Bolsa Brasileira. 

  • O BDR da Apple (AAPL34), de 2018 para 2020, apresentou uma variação positiva de 344%. Só em 2020, de 126%.
  • O BDR da Amazon (AMZO34), de 2018 para 2020, apresentou uma variação positiva de 224%. Só em 2020, de 150%.
  • O BDR do Mercado Livre (MELI34), de 2018 para 2020, apresentou uma variação positiva de 209%. Só em 2020, de 207%.

17. Achei tudo muito legal, mas não quero. Tem outra forma de investir em ações americanas?

Você pode ter acesso ao mercado americano através de fundos de investimento, se preferir. Na Warren temos cinco fundos de ações com empresas americanas em sua composição:  

  • Warren USA
  • Warren Green
  • Warren Equals
  • Warren Games 
  • Warren Tech

Além disso, existem dezenas de outros fundos com alocação internacional de várias outras gestoras de recursos distribuídos pela Warren. 

Os fundos de investimento contam com profissionais na gestão pensando exclusivamente na carteira, o que não acontece, na maior parte das vezes, quando investimos por conta própria e temos de dividir o tempo com o nosso trabalho, família, lazer, etc. 

Além disso, em muitos casos, você pode comprar uma cota de um fundo com um valor mínimo, às vezes menor do que o valor do próprio BDR. 

18. Ainda tenho dúvidas. O que faço?

O atendimento da Warren conta com um time de pessoas atentas, capacitadas e dispostas a ajudá-lo em todos os passos da sua jornada como investidor.

Se você precisa tirar alguma dúvida específica, estamos disponíveis para conversar e te ajudar no que for preciso de segunda à sexta-feira, das 8h às 20h, por meio do chat. Basta acessar sua área logada e clicar em Dúvidas. No app, o chat é acessado no item Me ajuda no menu principal.

Prefere conversar e tirar dúvidas por email? Basta escrever para meajuda@warren.com.br. Nossa equipe é muito veloz e ágil para sanar todas as suas dúvidas, conte com a gente!

Preparado para começar? Abra sua conta na Warren agora mesmo.