Transferência de custódia: como fazer a portabilidade das suas ações para a Warren

Você tem ações em outra corretora e quer trazer seus investimentos para a Warren? A transferência de custódia é a maneira mais indicada para fazer isso. 

Mudando a custódia, você faz a portabilidade para a Warren sem gastar um centavo. Assim, não precisa se preocupar em vender os ativos negociados na Bolsa de Valores ao mudar de corretora. 

Além disso, você evita qualquer tipo de gasto com Imposto de Renda, porque não vai negociar nenhum ativo, apenas transferir a custódia de uma corretora, para outra — no caso, a Warren.

O Warren 3.0 trouxe a possibilidade de investir em ações, FIIs e ETFs sem pagar taxa de corretagem, e nada mais justo do que você reunir os investimentos que você já tem em outras corretoras em um único lugar, concorda?

Confira, a seguir, o passo a passo para fazer isso:

Como fazer transferência de custódia das ações para a Warren

Montamos este passo a passo para facilitar essa tarefa que, em alguns casos, pode acabar sendo um pouco burocrática, porque depende das peculiaridades e normas de cada corretora.

De qualquer forma, é importante entender, antes de mais nada, que a nossa equipe está à disposição para ajudá-lo nesse processo.

Confira como fazer a transferência de custódia das suas ações para a Warren:

1. Crie uma conta na Warren

O primeiro passo é abrir uma conta na Warren. Sem ela, você não conseguirá fazer a transferência de custódia. 

2. Preencha o formulário

O próximo passo para fazer a transferência de custódia é enviar, para a corretora cedente, da qual você deseja retirar os investimentos, um documento chamado de Solicitação de Transferência de Valores Mobiliários – STVM.

Esse documento precisa ser bem detalhado. Por isso, aqui na Warren, a gente te ajuda a montá-lo, para que você possa assinar a STVM e enviar para a corretora cedente.

Para isso, basta preencher o seguinte formulário com as informações solicitadas:

  • Nome completo:
  • CPF:
  • Corretora cedente:
  • Código do cliente na corretora cedente:

Em seguida, para cada ativo, preencher as seguintes informações:

  • Ativo:
  • Quantidade:
  • Valor total em reais:

Essas informações devem ser enviadas para transferencia@warren.com.br.

3. Assine a STVM e envie para a corretora cedente

Depois de enviar as informações solicitadas para o e-mail transferencia@warren.com.br, nós vamos encaminhar para você o documento STVM devidamente preenchido.

Então, basta imprimir o documento, assinar e enviar para a corretora cedente, com uma cópia de um documento de identificação.

Aqui, o processo vai depender de cada corretora. Algumas recebem essa documentação por e-mail, enquanto outras possuem um espaço na área logada para isso. 

Mas fique tranquilo: nós vamos detalhar o processo específico para a sua corretora cedente quando enviarmos o STVM preenchido.

Uma informação importante: antes da pandemia provocada pelo Coronavírus, era necessário que o cliente fosse pessoalmente até um cartório para reconhecer a autenticidade de assinatura antes de enviar o documento para a corretora cedente.

Com as restrições de isolamento social, essa regra foi temporariamente suspensa. Por enquanto, basta encaminhar o documento preenchido e assinado, com uma cópia do documento de identidade para conferência.

4. Aguarde o processo ser finalizado

Agora, é só aguardar o processo ser finalizado. Aqui, não há como determinar um prazo, porque existe apenas uma instrução da CVM e da Anbima de dois dias úteis para a corretora cedente enviar os ativos para a nova corretora.

Em alguns casos, no entanto, esse processo pode demorar um pouco mais — mas eles são exceção.

Assim que a corretora cedente enviar os ativos por meio da plataforma da B3 voltada a esse fim, o processo é finalizado e os ativos aparecem normalmente na sua área logada no dia seguinte.

Fácil, concorda?

Agora você já está preparado para fazer a transferência de custódia para a Warren.

Abra sua conta e comece a investir em ações, FIIs e ETFs sem taxa de corretagem.

Se você quiser mais informações sobre o Warren 3.0, não deixe de ler: