Livros de análise fundamentalista: 7 opções para estudar e investir melhor

Livros de análise fundamentalista estão entre as melhores fontes de conhecimento para quem deseja investir na Bolsa de Valores por meio da análise fundamentalista.

Se você investe em ações com foco no longo prazo, provavelmente sabe que a análise fundamentalista permite conhecer todos os detalhes da empresa. 

Da situação financeira ao setor no qual ela está inserida, passando pelo modelo de negócio e contexto macroeconômico, essa análise é a ideal para quem deseja investir com a mentalidade de sócio, porque dá segurança sobre a qualidade da companhia.

Mas a verdade é que analisar uma empresa nunca é uma missão simples. Não é por acaso que existe uma vasta literatura de livros de ações para municiar os chamados investidores fundamentalistas.

Com tantas opções disponíveis, pode ser difícil saber por onde começar.

Para facilitar a sua vida, nós reunimos uma lista com sete livros de análise fundamentalista essenciais para quem deseja aumentar seus conhecimentos sobre o tema. 

Tem interesse?

Continue a leitura e aprenda com alguns dos maiores mestres do mercado financeiro. 

O que é análise fundamentalista

Saiba o que é análise fundamentalista, ilustração

Antes de prosseguir para a lista de livros, vale a pena contextualizar: análise fundamentalista é uma maneira de avaliar uma empresa considerando seus fundamentos

Os fundamentos estão relacionados com sua situação financeira, o que permite ter uma boa visão da saúde da companhia e do cenário econômico em que ela atua.

Isso significa que a análise fundamentalista leva em conta o histórico da empresa. 

Assim, o investidor pode fazer previsões relacionadas com o crescimento da companhia no longo prazo e, principalmente, pesar o risco e as chances de seu dinheiro ter uma boa valorização.

Também é possível analisar um ativo com base na análise técnica. Esta é feita com a ajuda de gráficos que ajudam a prever o comportamento de uma ação num período menor, geralmente de semanas, dias e até horas e minutos. 

A análise técnica é o braço direito dos traders, que investem em ações no curto prazo, comprando papéis e vendendo-os no mesmo dia. 

Aqui na Warren, não é esse o tipo de investimento no qual acreditamos: sempre recomendamos investir em ações com foco no longo prazo, praticando o chamado buy and hold.

Na prática, a análise fundamentalista é uma maneira de você saber em quais empresas investir, analisando seus balanços, resultados, fluxo de caixa e todas as informações do negócio.

Confira, a seguir, os melhores livros de análise fundamentalista para iniciar ou aprofundar seus estudos. 

Melhores livros de análise fundamentalista

Separamos os sete melhores livros de análise fundamentalista para você aprender a analisar as empresas:

1. O investidor inteligente – Benjamin Graham

O investidor inteligente, livro

Também chamado de “a bíblia do mercado de ações”, o livro O investidor inteligente é considerado indispensável para quem quer operar na Bolsa de Valores

O autor explica que, para atuar com inteligência, o investidor precisa combinar educação financeira, pleno conhecimento de mercado e visão de longo prazo.

Percebe a ligação do último fator com a análise fundamentalista? 

Ela foca justamente o longo prazo, já que se baseia em aspectos das empresas que geralmente não se alteram consideravelmente do dia para a noite.

2. Investindo em ações no longo prazo – Jeremy Siegel

Investindo em ações no longo prazo, livro

Investindo em ações no longo prazo ajuda a entender a fundo o funcionamento do mercado financeiro e as forças que exercem influência sobre ele.

Nesse livro, Jeremy Siegel fala de maneira aprofundada sobre as tendências históricas, de modo que você consiga levá-las em conta para compor uma carteira de investimentos de longo prazo que seja não apenas sólida, mas também lucrativa.

A quinta edição da obra traz uma análise bem completa da quebra do mercado imobiliário dos Estados Unidos, a crise do subprime, que aconteceu em 2008 e acabou gerando uma crise que afetou o mundo todo. 

3. Ações comuns, lucros extraordinários – Philip Fisher

Ações comuns, lucros extraordinários, livro

No livro Ações comuns, lucros extraordinários, Philip Fisher explica seu método de avaliação para escolher ações. 

Em sua carreira como consultor de investimentos, muitas vezes ele decidiu investir em empresas desconhecidas, a ponto de deixar outros investidores sem entender os motivos de suas decisões.

Isso tem a ver com a ideia de não seguir o rumo da multidão, o que muitas vezes acontece quando as ações de uma hora para outra começam a se valorizar ou se desvalorizar. 

Se a maioria das pessoas compra ou vende, alguns investidores tendem a acompanhar o movimento.

Mas Philip Fisher ensina princípios que estão relacionados com a análise fundamentalista, de modo que o investidor consiga tomar decisões baseadas na razão e nos fundamentos das companhias.

4. O jeito Warren Buffett de investir – Robert Hagstrom

O jeito Warren Buffett de investir, livro

Warren Buffett se destaca por vários motivos. É o investidor mais famoso de todos os tempos, um dos homens mais ricos do mundo e um dos gestores mais admirados. 

Por isso, seria interessante analisar o que o ajudou a chegar a esse ponto, não é verdade?

Roberto Hagstrom, em seu livro O jeito Warren Buffett de investir, explica os 12 princípios em que Buffett se baseia ao escolher empresas para investir.

A obra fala sobre a formação intelectual de Warren Buffett e em quem ele se inspira. Também há estudos de caso de investimentos que ele decidiu fazer na Heinz e na IBM. 

Além disso, o autor destaca o foco no longo prazo, o que tem tudo a ver com a análise fundamentalista.

5. O jeito Peter Lynch de investir – Peter Lynch

O jeito Peter Lynch de investir, livro

Peter Lynch tem uma lema motivador: “Investidores amadores também podem se tornar especialistas”. Assim, podem escolher boas ações com eficiência, da mesma forma que os experts.

Ele é um dos gestores de fundos mais famosos dos Estados Unidos e do mundo. Em seu livro, o autor reuniu dicas que são baseadas em uma experiência bem-sucedida de mais de 50 anos.

Ao ler O jeito Peter Lynch de investir, você verá que, algumas vezes, investidores iniciantes podem ver, antes dos profissionais, boas oportunidades de investimento. Ele mostra como encontrar ações cujos preços têm o potencial de se multiplicar em até 10 vezes.

6. Valuation – Aswath Damodaran

Valuation, livro

Valuation é uma das maneiras de se fazer uma análise fundamentalista. O termo significa avaliação, e tem a ver com analisar o valor real de uma empresa.

Em seu livro Valuation, Aswath Damodaran aborda os fundamentos clássicos das finanças, unindo-os a conceitos que ele mesmo desenvolveu, como é o caso de valuation. 

Com essa obra, você entenderá de maneira profunda como funciona uma empresa e como calcular seu valor real,para encontrar boas oportunidades na Bolsa.

7. Valuation: como precificar ações – Alexandre Póvoa

Valuation: como precificar ações, livro

Uma ação pode estar sendo cotada no mercado por determinado preço, mas como descobrir se esse valor é justo? 

No livro Valuation: como precificar ações, Alexandre Póvoa ensina os princípios que ajudam a definir o preço justo de um ativo.

O livro traz, inclusive, exemplos práticos que ajudam a esclarecer o assunto e tornam o estudo mais real. 

Ele ainda tem a vantagem de conter temas adaptados ao mercado brasileiro.

Os livros são os melhores amigos de todo investidor, mas uma newsletter especializada também pode ser muito útil. Se você gosta desse tipo de conteúdo, assine a Warren Pills.

Como aprender a análise fundamentalista

Aprenda a fazer análise fundamentalista, ilustração

Os livros sobre análise fundamentalista que você acabou de ver oferecem um bom conteúdo teórico. Assim, é possível entender os princípios dessa análise de maneira bem aprofundada.

Mas a teoria, por si só, pode não ser suficiente para você realmente aprender a análise fundamentalista. Sendo assim, vamos falar sobre alguns passos práticos que ajudam a compreendê-la.

Estude a bolsa de valores

Geralmente, os investidores começam aplicando em renda fixa. Mas, à medida que aprendem mais sobre investimentos e aceitam correr mais riscos, começam a se interessar pela bolsa de valores.

Entender que é lá que se negociam ações de empresas é só a ponta do iceberg. 

É importante descobrir como a bolsa de valores funciona e compreender os termos usados no mercado.

Os conceitos de swing trade, day trade e stock picking também são importantes, já que se referem a estratégias de investimento. 

A partir desses conhecimentos iniciais, você estará mais preparado para compreender os fundamentos das empresas.

Conheça os fundamentos das empresas

A análise fundamentalista exige a análise dos fundamentos das empresas nas quais você quer investir. 

Eles podem ser encontrados nos balanços que elas disponibilizam trimestralmente em seus sites, geralmente numa área específica de relacionamento com os investidores.

Os fundamentos incluem, por exemplo, o VPA (valor patrimonial por ação). O que está em questão, nesse caso, é o valor do patrimônio líquido dividido pela quantidade de ações.

Quando comparamos esse valor com o preço da ação, podemos tirar algumas conclusões. Por exemplo, suponha que o VPA de uma empresa seja R$ 10, mas cada ação está sendo negociada na bolsa por R$ 7.

Nesse caso, é preciso entender o motivo. Afinal, isso pode ser uma oportunidade de comprar uma ação barata, mas também pode indicar que a companhia que não está com uma boa saúde financeira.

O VPA é apenas um dos fundamentos a analisar. A lista inclui também:

  • Free float
  • Tag along
  • Margem líquida
  • Margem bruta
  • Dividend Yield
  • Endividamento
  • ROE (Return on Equity, ou retorno sobre o patrimônio líquido)
  • LPA (lucro por ação)
  • P/L (preço sobre o lucro)
  • CAGR
  • PSR (Price Sales Ratio, ou índice de preço em relação a vendas)

Esses são apenas alguns dos indicadores e fundamentos que devem ser analisados. 

Quando se analisa esses e outros fundamentos, é possível compreender a situação financeira da empresa e tentar prever o comportamento de suas ações.

Naturalmente, não existe uma previsão 100% exata, mas a análise fundamentalista pode dar um norte para se reduzir riscos tanto quanto possível.

Analise o cenário macro e micro

Lembra das equações que estudamos no ensino médio? As de 1º grau trabalhavam com apenas uma variável, até que começamos a fazer cálculos com duas variáveis nas equações de 2º grau.

Quem decidiu seguir uma carreira na área de exatas trabalha com cálculos que envolvem uma quantidade bem maior de variáveis. 

Mas e quando se trata de investir em ações? Quantas variáveis existem numa avaliação como essa?

A verdade é que a quantidade de variáveis é incontável, embora elas possam ser divididas em um cenário micro e um macro.

No caso do cenário micro, podemos citar decisões pequenas, que envolvem, por exemplo, aumentar o preço de um produto ou trocar o fornecedor. 

São ações que as empresas executam no dia a dia para se manterem competitivas.

Acontece que o cenário macro pode impor condições que estão fora do controle das companhias. A pandemia de 2020 é um exemplo disso. 

As decisões tomadas pelos governantes também podem impactar o mercado de ações. Aliás, algumas vezes, até mesmo o que eles dizem em entrevistas pode afetar as cotações no curto prazo.

Enquanto você aprende análise fundamentalista, acompanhe esses acontecimentos e observe como o mercado reage. Fique de olho também nas empresas nas quais você tem vontade de investir.

Leia os resultados das empresas

As empresas publicam seus resultados com regularidade. Acompanhe essas publicações, que podem ser encontradas no site delas, em áreas exclusivas para o relacionamento com os investidores.

Inclusive, esses balanços costumam ser aguardados com expectativa pelo mercado, de modo que acabam sendo noticiados. Por isso, crie o costume de acompanhar as notícias da área de negócios.

O Google News é uma boa maneira de fazer isso, uma vez que ele permite refinar as notícias de acordo com o tema. A partir da aba “Negócios”, você pode se manter por dentro do que está acontecendo no mercado.

Invista com foco no longo prazo

A análise fundamentalista permite investir em empresas olhando para um horizonte de tempo mais distante. 

Inclusive, ter isso em mente pode ajudar você a não se desesperar no caso de suas ações começarem a se desvalorizar, mesmo depois de uma análise cuidadosa.

Aliás, a expressão “sobe e desce da bolsa” já é uma velha conhecida. 

Altos e baixos são normais, mas uma análise bem-feita pode ajudar você a escolher empresas que continuarão crescendo no longo prazo, ainda que, às vezes, suas ações possam apresentar volatilidade.

Nesse contexto, os livros de análise fundamentalista são uma boa maneira de enriquecer seu conhecimento para encontrar as melhores ações para investir. 

Por isso, continue estudando, porque é isso que vai ajudar você a obter bons resultados. Como costumam dizer, o conhecimento é uma das poucas coisas que ninguém pode tirar de você. 

Quanto mais você estuda e lê sobre o assunto, melhor investidor você tende a se tornar.

Quer investir em ações na Warren? Aqui você tem corretagem zero para montar sua carteira para o longo prazo, seja com ações, FIIs ou ETFs. Conheça mais sobre a Warren.

Se você gostou deste texto, talvez também se interesse por:

Banner baixar relatório de BDRs, ilustração